BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Opinião: Natal: Quando uma escola integral não é suficiente
Confira a análise do AGORA RN sobre a escassez de escolas de ensino em tempo integral na capital potiguar
Redação
19/10/2023 | 05:00

A construção da Escola Municipal de Tempo Integral Padre Tiago Theisen em Natal é, sem dúvida, uma vitória para a educação da cidade. Com infraestrutura robusta, promete ser um marco no ensino público da capital potiguar. No entanto, é crucial olhar para o panorama mais amplo e questionar: por que uma cidade como Natal, com tanto potencial e necessidades evidentes, possui tão poucas escolas de tempo integral?

O tempo integral, mais do que uma modalidade educacional, é uma ferramenta de transformação social. Em regiões onde a vulnerabilidade social é acentuada, como algumas áreas de Natal, esse modelo educacional cumpre um papel ainda mais significativo. Ele oferece aos jovens oportunidades, afasta-os das tentações das ruas e fornece a eles habilidades e conhecimentos que podem mudar a trajetória de suas vidas.

A falta de investimento amplo em educação integral é um reflexo da negligência com o futuro da juventude natalense. É alarmante que uma cidade do porte de Natal tenha, até o momento, apenas uma escola em funcionamento nesse modelo e outra em construção. A periferia clama por mais oportunidades, e a educação integral é uma das respostas mais eficazes a esse chamado.

Os riscos que jovens, especialmente os mais vulneráveis, enfrentam nas ruas são inúmeros. A carência de qualificação profissional, a escassez de programas esportivos e a falta de emprego criam um terreno fértil para que o tráfico de drogas seduza esses jovens com falsas promessas de sucesso e poder.

Por isso, enquanto comemoramos a iniciativa da Escola Padre Tiago Theisen e sua iminente inauguração, é fundamental que essa conquista não nos cegue para a urgência da expansão da rede de ensino integral. Esse deveria ser um padrão, não uma exceção.

Os esforços da Prefeitura do Natal, com investimentos oriundos do Fundeb e recursos próprios, são louváveis. Contudo, é indispensável que essa mentalidade de valorização da educação integral se torne uma constante, e não um episódio isolado. Afinal, como afirmou o vereador Raniere Barbosa, “a educação é a base de tudo”.

Em memória do Padre Tiago Theisen, que dedicou sua vida à educação dos mais vulneráveis em Natal, e pensando no futuro brilhante que desejamos para todos os jovens da cidade, é imperativo que a ampliação das escolas de tempo integral se torne uma prioridade inquestionável. Porque os jovens de Natal merecem mais; eles merecem um futuro repleto de oportunidades e esperança.

*Publicado na edição impressa do AGORA RN desta quinta-feira, dia 19 de outubro de 2023.

Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.