BUSCAR
BUSCAR
Cinema

Nocaute: filme potiguar sobre triunfo e queda de lutador estreia em fevereiro

Dramaturgia de César Ferrario foi adaptada para roteiro escrito por João Marcelino, que também assina a direção do longa potiguar
Redação
03/02/2021 | 08:17

O Projeto Nocaute nasceu como um espetáculo de teatro em 2018, idealizado por Rogério Ferraz. Ao longo do tempo, a obra cênica abriu espaço para um produto audiovisual. A dramaturgia original de César Ferrario foi adaptada para um roteiro escrito por João Marcelino, que também assina a direção e a direção de arte do filme potiguar Nocaute.

O roteiro contou com a consultoria do cineasta Matheus Arruda, de Recife (PE), pesquisador do cinema latino-americano sob a ótica de “El Santo”, figura folclórica do México, que ao longo de três décadas realizou cerca de 50 filmes sobre o ofício de ser lutador. O média-metragem tem sua estreia oficial prevista para acontecer entre os dias 8 e 13 de fevereiro no Festival Cine Seridó, onde o filme foi selecionado por uma curadoria especializada da área cinematográfica.

Nocaute: filme potiguar sobre triunfo e queda de lutador estreia em fevereiro
Nocaute foi gravado entre agosto e setembro de 2020 e contou com 12 profissionais do audiovisual - Foto: Divulgação

Nocaute foi gravado entre agosto e setembro de 2020 no Tecesol – Território de Educação, Cultura e Economia Solidária, em Natal, e contou com a participação de 12 profissionais do audiovisual e das artes cênicas, compondo uma equipe que utilizou todos os protocolos de segurança e medidas de proteção contra a Covid-19.

“Nocaute é a história de ascensão e queda do personagem Johnny. Um lutador no fim de sua carreira, que já foi campeão, viveu no passado sua glória, e conquistou fama. Mas a vida vai mostrando que a força física não é suficiente para ele continuar vitorioso, então vive a experiência da derrota. Sucessivas derrotas o levam à loucura e à depressão nesse mundo que o obriga a criar seus próprios heróis”, disse o protagonista Rogério Ferraz.

O diretor João Marcelino ressaltou a importância da equipe no processo de criação do filme. “Esse filme é uma obra tocada por muitos artistas, mas foi Rogério Ferraz quem sonhou e me trouxe para dentro de seu sonho. Sonhamos uma peça, que foi escrita por César Ferrario e que virou filme, por mim adaptada e dirigida. E assim, estivemos tão mergulhados no processo de criação, que não houve espaço para pensar quão desafiador estava sendo estrear na linguagem audiovisual. Havia uma história ali querendo ser contada e que pedia urgência e muita delicadeza. Teria sido desafiador se não tivesse contado com a generosidade de nosso diretor de fotografia, Johann Jean, que nesse encontro facilitou todo o nosso trabalho. Teria sido desafiador, se não tivéssemos o cuidadoso e permanente olhar de nosso produtor, Arlindo Bezerra, que fez os sets parecerem a extensão de nossas casas”, contou.

Arlindo destacou a relevância do espaço para que a arte potiguar possa se desenvolver e se aprimorar. “O projeto reafirmou o potencial criativo e produtivo do Tecesol, que abrigou 3 sets de filmagens funcionando ao mesmo tempo, a força que o espaço já demonstrava para as artes cênicas, representou sua potência para o audiovisual”, pontuou.

O projeto do filme Nocaute tem o patrocínio Lei Aldir Blanc – Fundação José Augusto, na categoria de finalização, e conta com o apoio dos estúdios: Megafone e HstúdioRN, responsáveis pelo desenho de som e trilha sonora do filme, respectivamente; e o apoio do Sebrae-RN, através do Edital Economia Criativa 2020.

Sinopse do filme
Johnny é um brasileiro comum, que tenta vencer as batalhas da vida, e suas próprias questões pessoais no ringue, seja ele separado por 4 cordas ou por onde a visão alcança. O veterano lutador compreende ao longo de sua jornada que, apesar dos sucessivos nocautes, não há espaço para perdas. A cada round, sua própria floresta interior começa a perfazer um caminho particular que pode levá-lo, quem sabe, à libertação ou à própria morte.

Final do Festival do Industriário 2024 – SESI Entoando Canções surpreende, lota Teatro e encanta público em Natal
Ação apresentou novas vozes musicais do Rio Grande do Norte e promoveu uma noite repleta de boa música
01/06/2024 às 09:07
Tiago Iorc canta no Teatro Riachuelo
Com show íntimo e exclusivo, cantor passará por 6 capitais para celebrar a data mais romântica do ano
01/06/2024 às 08:22
Leo Souza estreia última temporada no Mistura Inter TV
Temporada junina, que está sendo gravada em Macaíba, se estenderá até o dia 29 de junho
25/05/2024 às 09:56
Conheça as novas vozes musicais do RN na Semifinal em Mossoró que acontece nesta sexta-feira
Etapa será realizada no auditório do SESI local, a partir das 20h e conta com participação especial de Bia Gurgel - entrada gratuita, retirada de ingresso pelo Sympla.com
21/05/2024 às 18:37
Influencer dos EUA viraliza após ler Machado de Assis: “Melhor livro já escrito”
Tiktoker ficou encantada após ler "Memórias Póstumas de Brás Cubas"
20/05/2024 às 20:43
Dançarino potiguar apresenta espetáculo em festival mineiro
Alexandre Américo leva espetáculo “Bípede Sem Pelo” no Festival Solos Dissidentes
14/05/2024 às 08:03
Katy Perry chega a 4 bilhões de visualizações e é a mulher com clipe mais visto
11 anos após seu lançamento, vídeo levou a cantora a atingir o posto mulher com mais audiência em uma música no Youtube
13/05/2024 às 18:53
Em dia das mães, internautas relembram o filme “Minha mãe é uma peça” de Paulo Gustavo
A trilogia que começou em 2013 foi baseada em uma peça homônima também escrita pelo ator que morreu há 3 anos por complicações da Covid-19
12/05/2024 às 16:35
Atriz revela que já se sentiu enjoada depois de beijar alguns atores
A atriz falou o desafio de desempenhar papéis românticos com atores pelos quais não sentia afinidade
08/05/2024 às 17:35
Lily Allen quer ser enterrada com seu celular por motivos “sombrios”
Cantora fez revelações bombásticas em entrevista a um podcast sobre seus hábitos estranhos
08/05/2024 às 17:17
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.