BUSCAR
BUSCAR
Geral

Neymar é acusado de “trabalho oculto” e brasileira pede R$ 2 milhões

Ex-funcionária alega que trabalhava 7 dias por semana e sem direito à folga
Correio Braziliense
15/11/2023 | 14:36

Neymar está ficando encrencado com a Justiça da França. Ocorre que uma brasileira e ex-funcionária dele o acusa de trabalho oculto. No tribunal de Saint-Germain-en-Laye, no departamento de Yvelinesl, a mulher de 35 anos pede 368 mil euros de indenização, o equivalente a quase R$ 1,940 milhões, na cotação atual.

Segundo o jornal Le Parisien, a ex-funcionária alega que trabalhou para Neymar sete dias na semana, entre janeiro de 2021 e outubro de 2022, período em que o craque atuava pelo PSG, na França. Ela também cobra pelas horas extras não remuneradas. Além disso, a empregada alega ter trabalhado até 15 dias antes do nascimento prematuro do seu quarto filho, e sem acompanhamento médico.

Neymar lida com problemas com a Justiça da França. Foto: Reprodução
Neymar lida com problemas com a Justiça da França. Foto: Reprodução

Segundo ela, sua carga horária de trabalho era anotada em um caderno. A mulher diz que recebia 15 euros líquidos por hora (cerca de R$ 79), e trabalhava quase 70 horas semanais informalmente, sem direito a um único dia de folga.

Para conseguir realizar a denúncia, a ex-funcionária de Neymar recebeu apoio de associações de caridade, como a Secours populaire e Restos du coeur. Segundo o Le Parisien, os advogados da brasileira chegaram a enviar uma carta pedindo um acordo amigável com Neymar, mas não tiveram qualquer retorno.

Neymar se recupera de lesão

Neymar, que foi contratado recentemente pelo Al-Hilal da Arábia Saudita, está afastado dos campos por conta de uma lesão no joelho. Recentemente, ele passou por uma cirurgia, que foi um sucesso, e usou as redes sociais para tranquilizar o público que o acompanha. O procedimento durou mais de quatro horas e foi realizado em um hospital de Belo Horizonte, em Minas Gerais, por um dos médicos da Seleção, o Rodrigo Lasmar.

Em campo pela Seleção Brasileira, Neymar rompeu o ligamento cruzado anterior e o menisco no dia 17 de outubro, durante a partida contra o Uruguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026. O jogador segue se recuperando da lesão no Brasil e aproveita para curtir a filha recém-nascida, Mavie, fruto da relação com a influenciadora Bruna Biancardi.

Lulu Santos é internado em hospital após passar mal e shows são cancelados
Cantor foi internado e ficará em observação por dois dias
08/06/2024 às 18:13
STF marca para dia 12 julgamento sobre correção do FGTS
Discussão foi interrompida em novembro do ano passado
03/06/2024 às 12:14
Governo Central tem superávit primário de R$ 11,1 bilhões em abril
Resultado fica abaixo da expectativa de especialistas
28/05/2024 às 14:46
IBGE: calamidade prejudica coleta de preços para cálculo da inflação
Instituto precisou imputar preços de hortaliças e verduras
28/05/2024 às 12:12
Renegociação do Desenrola Fies termina na próxima sexta-feira
Até o dia 15, haviam sido renegociados mais de R$ 12,92 bilhões
27/05/2024 às 16:07
Nível do Guaíba em Porto Alegre volta a ficar abaixo dos 4 metros
Defesa Civil municipal alerta para risco de mais chuvas
27/05/2024 às 15:23
Auxílio Reconstrução: famílias devem confirmar dados a partir de hoje
Até o momento, estão contemplados com o auxílio 369 municípios gaúchos
27/05/2024 às 13:27
Magda Chambriard toma posse como presidente da Petrobras
Ela assumiu logo após ser eleita pelo Conselho de Administração
24/05/2024 às 12:12
Moraes quer responsabilizar big techs por publicações em redes sociais
É preciso garantir regulamentação adequada no setor, diz ministro
22/05/2024 às 16:08
Demitido da Petrobras, Prates terá direito a 6 meses de salário extra
Demitido da Petrobras, Jean Paul Prates terá de cumprir seis meses de quarentena, com salário mensal de R$ 133 mil até novembro
21/05/2024 às 15:55
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.