BUSCAR
BUSCAR
Neoenergia Cosern: transformações e inovações rumo ao futuro energético
Concessionária revela os avanços, investimentos e reconhecimentos da distribuidora em 2023 e as perspectivas para o ano seguinte

16/12/2023 | 07:04

Considerada uma empresa crucial para o Rio Grande do Norte, pelo papel de fornecimento de energia elétrica, a Neoenergia Cosern se destaca cada vez mais em inovação. Tanto que segundo a própria companhia, nos últimos 25 anos, as inovações representaram melhora de 500% na qualidade do serviço prestado, assim como na diminuição do tempo médio de resposta. Com prêmios que reconhecem o nível de excelência da empresa, como o de melhor distribuidora do Brasil, a meta principal é manter este padrão para 2024.

Entre os principais pontos que melhoraram a eficiência, segundo a Neoenergia Cosern, estão as inovações implantadas no sistema elétrico nos últimos anos. Segundo Fabiana Lopes, Diretora Presidente da Neoenergia Cosern, em 1997 eram 36 subestações elétricas; atualmente são 79 e mais quatro móveis. Estas, são centrais de distribuição que funcionam em cima de carretas, prontas para entrar em operação em qualquer região do estado.

“A Neoenergia Cosern foi a primeira distribuidora do Brasil a automatizar todas as suas subestações. Isso é um marco muito importante para o Rio Grande do Norte dentro do contexto do setor elétrico brasileiro. Não tínhamos nenhum equipamento telecomandando (religadores) na rede elétrica há 25 anos e agora eles já são 2.200, dos quais 872 já estão operando com um tipo de tecnologia que reduziu nosso tempo médio de resposta de duas horas para menos de 60 segundos, tudo ao alcance de um clique dos nossos controladores no nosso centro de Operações”, revelou Fabiana.

De acordo com a diretora, o número de clientes mais que dobrou nos últimos 25 anos, saltando de 600 mil para 1,57 milhão. “De forma geral, se formos pensar bem, todos os 3,3 milhões potiguares em suas casas são nossos clientes e nós precisamos oferecer um atendimento cada vez mais rápido a todos. Antes da pandemia, a Neoenergia Cosern já tinha começado um movimento de digitalização que só cresceu e se aperfeiçoou”, relatou. Crescimento que fez a empresa ampliar os canais de atendimento, com aplicativo, uso de redes sociais como o WhatsApp, o teleatendimento, o site e as lojas físicas pelo estado.
Em 2023, a Neoenergia Cosern fez investimento de R$ 222 milhões em expansão e manutenção da rede.

Somente na chamada “Operação Verão”, que prepara o sistema para o período de outubro a março, foram R$ 65 milhões. Isso inclui a lavagem da rede elétrica, dos transformadores e subestações nos municípios à beira mar, poda das árvores e troca de cabos antigos nus da rede de baixa tensão por novos, do tipo multiplexados, que convivem melhor com as árvores, evitando podas desnecessárias.

“Nós sabemos como os potiguares adoram o ‘veraneio’, aquele período de descanso entre o Natal e o carnaval. Como a maresia e salinidade são muito fortes na nossa costa, é preciso começar cedo essa manutenção, geralmente no mês de agosto. O carnaval e o São João são outros dois períodos do ano onde nós fazemos uma manutenção preventiva importante na rede e reforçamos nossas equipes de plantão para garantir o brilho e a energia dessas festas tão importantes para os potiguares”, antecipou.

No primeiro semestre deste ano, a Neoenergia Cosern construiu 650 km de novas redes de média e baixa tensão. No total, segundo a empresa, a rede elétrica da empresa já mede 58 mil km, suficiente para dar uma volta e meia no planeta. Uma das obras mais relevantes do ano foi a inauguração da Subestação Elétrica Lagoa Nova, no Seridó.

“Ela foi a primeira em cima da Serra de Santana e reforçou o fornecimento para todos aqueles municípios que vão se desenvolver muito com a criação do Geoparque Seridó. Outra subestação importante que inauguramos este ano foi a de Belo Horizonte, em Mossoró, cidade que já tinha três subestações e agora tem quatro. É muito mais energia disponível para chegada de novos investimentos na segunda maior cidade do estado”, comemorou.

Fabiana Lopes é a Diretora Presidente da Neoenergia Cosern
Fabiana Lopes é a Diretora Presidente da Neoenergia Cosern

Conforme a Diretora Presidente, 2023 foi um dos anos mais importantes da história da empresa. Entre fatores a comemorar, está o reconhecimento como a melhor distribuidora do Brasil e do Nordeste pela Associação Brasileira das Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee).

“Esse foi um dos prêmios mais importantes nos 62 anos da empresa. Nunca tínhamos atingido um pódio tão alto numas das premiações mais relevantes do setor elétrico. Isso é muito importante também para o RN pois, além de representar um reconhecimento ao esforço e à dedicação diária do nosso time para fornecer energia de qualidade, esse prêmio se reflete, principalmente, no dia a dia dos potiguares”, ressaltou.

Ela defende que são cada vez mais raras as ocorrências de falta de energia no estado. “Quando elas acontecem, muitas vezes provocadas por fenômenos que estão fora do nosso controle, como os raios, por exemplo, a nossa resposta é num tempo cada vez menor. De janeiro a junho caíram nada menos do que 106 mil raios no Rio Grande do Norte – aumento de quase 30% em relação ao mesmo período do ano passado. Para essas situações atípicas nós também precisamos estar muito bem preparados. Das cerca de 8 mil horas que temos ao longo do ano, os potiguares tiveram energia disponível em suas casas e empresas quase 100% (99,98%) do tempo. Isso diz muito sobre nossa eficiência”, avaliou.

Para 2024, a meta é manter o reconhecimento e o padrão. “Vamos concentrar todos os nossos esforços para reforçar o compromisso de fornecer energia elétrica de qualidade – um fator fundamental para o desenvolvimento socioeconômico do nosso estado – ao mesmo tempo que vamos manter o nível de excelência no atendimento aos nossos clientes, colocando-os sempre no centro do nosso negócio”, projetou.

Instituto Neoenergia apoia projetos socioculturais no RN

Além de fornecer energia para milhões de potiguares, a empresa também exerce um trabalho social importante para a cultura potiguar. Ao todo, são 17 projetos de vários tipos em todo o estado. “Este é um trabalho marcante, que faz a Neoenergia Cosern ser reconhecida como a empresa que mais apoia a cultura no RN. Já fazemos isso há mais de 20 anos, período em que investimos cerca de R$ 60 milhões em mais de 300 projetos”, ressaltou Fabiana.

No primeiro trimestre de 2023, uma ação que contou com trabalho voluntário de colaboradores da Neoenergia Cosern arrecadou 35 mil unidades de absorventes que foram doadas a instituições de acolhimento em todo o estado – número 50% maior em relação a 2022. Em maio, foram arrecadadas e distribuídas 4,7 toneladas de alimentos em mais uma edição da ‘Operação Quilo’. Arroz, feijão, açúcar e outros itens que compõem a cesta básica foram entregues a 13 instituições que atendem crianças, adolescentes, adultos e idosos em situação de vulnerabilidade social em todo o estado.

Em outubro, mais de 6,1 mil itens de higiene pessoal foram arrecadados e distribuídos a pessoas em situação de vulnerabilidade social em todas as regiões potiguares. Na última segunda-feira (11), 90 famílias atingidas pelas chuvas em São José de Mipibu receberam cestas básicas doadas por colaboradores. O município da Região Agreste registrou o maior volume de chuvas em todo país no dia 28 de novembro e de desalojados no estado.l

Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.