BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Natalenses aprovam suspensão de eventos e festejos de fim de ano
Enquete mostra que leitores dão apoio à medida tomada pela prefeitura de suspender o tradicional “Natal em Natal”, queima de fogos de réveillon e o carnaval
Redação
11/12/2020 | 06:45

Os natalenses se dizem favoráveis ao decreto municipal 2.116, editado na última sexta-feira 4, que aplicou novas medidas para conter uma segunda onda de contaminação pela Covid-19. Enquete feita pelo Agora RN mostra apoio à medida tomada pelo prefeito Álvaro Dias suspende o tradicional “Natal em Natal”, a queima de fogos de réveillon e o carnaval de 2021.

Para Eva Kariny da Costa Sales, 40, a medida é cabível, uma vez que as aglomerações podem colocar a economia toda em risco novamente. “Não temos como sobreviver economicamente a um segundo fechamento do comércio! O desemprego começou a cair e agora o que precisamos é nos cuidar. Trabalho em indústria e não quero nunca mais ter que demitir pessoas pela necessidade de um isolamento social”, afirma.

André Rockert Rodrigues, 66, acha razoável que os shows sejam suspensos, mas coloca a culpa da alta de casos nas campanhas eleitorais. “O triste são os empresários do setor pagarem o preço do crescimento da Covid-19 que está acontecendo pela permissão, ou permissividade, de todo tipo de aglomerações durante a campanha política e nas comemorações dos pseudos vitoriosos”, diz.

Segundo ele, é triste pensar que “a política ou politicagem vale mais que as pessoas, o turismo e sua cadeia produtiva”. Outros leitores avaliam que a alta nos casos é resultante das aglomerações geradas nas campanhas políticas deste ano. João França e Gilberto Oliveira, 36, acreditam que os candidatos políticos foram irresponsáveis e que não podemos aumentar o risco de um possível segundo fechamento do comércio.

“Sou completamente a favor do decreto, já estamos tão perto da vacina e nesse momento de crescimento de novos casos não podemos ser irresponsáveis como os políticos em campanha e colapsar o tão sufocado sistema de saúde”, afirma.

Já Iliane Barbosa, não concorda com a suspensão. “Se não suspenderam a campanha política que não tinha necessidade nenhuma, não suspende mais nada a partir de agora”. Segundo ela, não é justo os profissionais de eventos serem impedidos de trabalhar. “As pessoas dependem desses eventos para sobreviver e pagar as suas contas, além dos cantores têm os que trabalham na organização e montagem, e também aqueles liberais que trabalham com as vendas”, completa.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.