BUSCAR
BUSCAR
Serviço
Natal tem atendimento gratuito para MEIs em dívida com a Receita
Prazo para regularização de débitos referentes a 2016 encerra nesta quinta-feira
Redação
29/09/2021 | 10:34

A Receita Federal encerra, nesta quinta-feira (30), o prazo estendido para os Microempreendedores Individuais (MEIs) regularizarem suas dívidas referentes à competência 2016, que são declaradas pela DASN (Declaração Anual do MEI) de 2017.

Para auxiliar os microempreendedores, o Núcleo de Apoio Fiscal (NAF) da Estácio oferece atendimento gratuito para aqueles que desejam esclarecer dúvidas sobre como quitar possíveis débitos com a Receita Federal e outras temáticas referentes ao MEI.

Apenas no primeiro semestre de 2021 foram abertos 1.654.167 microempreendimentos individuais, segundo o Indicador de Nascimento de Empresas da Serasa Experian. De acordo com a coordenadora do projeto, Fabiana Lucena, professora do curso de Ciências Contábeis, essa modalidade de negócio tem crescido ao longo dos anos pela facilidade com que se pode abrir empresa, mas a falta de informação sobre as obrigações e impostos pode levar às dívidas.

“Abrir um CNPJ como MEI é um processo simples e rápido, pouco burocrático e sem taxas iniciais. Mas o problema pode ser a falta de conhecimento sobre quais obrigações devem ser cumpridas no decorrer do processo, como o pagamento do imposto mensal e a declaração anual”, explica a docente.

Aqueles MEIs que ainda estiverem com pendências no mês de outubro serão encaminhados para inscrição na Dívida Ativa da União, o que significa ter o nome negativado junto aos órgãos de proteção ao crédito como o SPC e Serasa.

O atendimento do NAF da Estácio acontece virtualmente, após agendamento feito por email.

Serviço

Atendimento para MEIs – Núcleo de Apoio Fiscal

Agendamentos: [email protected]

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.