BUSCAR
BUSCAR
Imunização
‘Não pode injetar qualquer coisa nas pessoas’, diz Bolsonaro sobre vacina da Covid-19
A declaração contraria uma lei sancionada por ele, em fevereiro deste ano, que prevê a imunização compulsória como medida de enfrentamento à pandemia
Redação
08/09/2020 | 18:09

O presidente Jair Bolsonaro voltou a afirmar, nesta terça-feira 8, que não se pode obrigar as pessoas a tomarem a vacina contra a Covid-19, quando esta estiver disponível. A declaração contraria uma lei sancionada por ele, em fevereiro deste ano, que prevê a imunização compulsória como medida de enfrentamento à pandemia, que já deixou quase 130 mil mortos e mais de 400 milhões de infectados no Brasil.

A fala do presidente da República também vai de encontro ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que também torna “obrigatória a vacinação das crianças nos casos recomendados pelas autoridades sanitárias”.

“Mesmo tendo comprovação científica lá fora, (a vacina) tem umas etapas a serem cumpridas aqui”, afirmou Bolsonaro referindo ao processo de liberação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

“A gente não pode injetar qualquer coisa nas pessoas e muito menos obrigar. Eu falei outro dia ‘ninguém vai ser obrigado a tomar vacina’ e todo mundo caiu na minha cabeça”, completou o presidente, que participava de um encontro com um grupo de médicos entusiastas da hidroxicloroquina, substância sem eficácia comprovada para o tratamento da Covid-19.

Na semana passada, o presidente já havia delcarado que “ninguém pode obrigar ninguém a tomar vacina”, em resposta a uma apoiadora que pediu a não liberação da imunização no Brasil. A fala de Bolsonaro também foi replicadada pela Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom) através de campanha publicada nas redes sociais.

*Com informações do Diário de Pernambuco

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.