BUSCAR
BUSCAR
Posicionamento
“Não há nenhuma chance do Solidariedade apoiar o PT no RN”, diz Kelps Lima
Pré-candidato a deputado federal reafirma oposição ao governo de Fátima Bezerra e classifica gestão petista como “um absurdo”
Redação
28/12/2021 | 08:14

“Eu acho o governo de Fátima muito ruim. Não há nenhuma chance do Solidariedade apoiar o PT no Rio Grande do Norte”, afirmou o pré-candidato a deputado federal Kelps Lima (SDD), assegurando que o partido não vai apoiar a reeleição da governadora Fátima Bezerra (PT) e contrariando a decisão do diretório nacional do Solidariedade, que subirá ao palanque do PT em 2022, apoiando a candidatura do ex-presidente Lula à presidência da República.

No Rio Grande do Norte, o Solidariedade defende construir nominatas próprias para as vagas majoritárias e proporcionais e o nome de Brenno Queiroga é o mais cotado entre a cúpula e membros do partido para disputar com Fátima Bezerra.

Segundo Kelps, “a gestão de Fátima é um absurdo. Só não produziu resultados piores por conta do grande volume de recursos federais que foram enviados aqui para o Rio Grande do Norte”, destacou, em entrevista a 98 FM Natal, nesta segunda-feira 27.

Kelps Lima afirmou que o Solidariedade não vai apoiar o PT porque vai tentar mudar o governo do RN. “Após o Carnaval, vamos fechar essa questão das candidaturas, se vai ter candidato próprio ou não e se o candidato será Brenno”, afirmou.

O pré-candidato criticou a bancada dos deputados federais em Brasília, que, para ele, é fraca, pois fica se preocupando com “besteiras”, discutindo “miolo de quartinha” e não foca no que é importante, que é enviar dinheiro para o Estado. “O povo do RN precisa de um deputado federal para trazer dinheiro e não ficar fazendo politicagem e nem ficar conversando besteiras lá em Brasília”, apontou.

Solidariedade nacional apoia o PT

“Convidei o Alckmin para se filiar ao Solidariedade, com o objetivo de ser candidato a vice de Lula. Se ele quiser, nosso partido estará de portas abertas”, sinalizou o presidente nacional do partido, o deputado federal Paulinho da Força (SP).

Ele defende que a união de Lula e Alckmin pode ser boa para o Brasil. “Precisamos unir os partidos de Esquerda e Centro para que o Brasil volte a crescer economicamente. O objetivo é que o ex-governador, que está de saída do PSDB e negocia com PSB e PSD, seja candidato a vice-presidente na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)”, destacou.

Para Paulinho da Força, “o Solidariedade vai caminhar junto com Lula por um Brasil melhor para os trabalhadores, aposentados e para todos os brasileiros”, disse.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.