BUSCAR
BUSCAR
Crime
Mulher morta por ex-companheiro dentro de hospital levava filha para consulta
Shirley Rúbia, de 39 anos, agendou uma consulta com o pediatra do hospital. O ex-companheiro, no entanto, entrou com ela na sala do médico. No momento em que a criança estava na maca para ser examinada o suspeito atingiu a vítima
Redação/ Correio Braziliense
16/09/2020 | 10:02

Uma mulher foi assassinada pelo ex-companheiro dentro de um consultório de pediatria na tarde desta segunda-feira , 14, no Hospital São Francisco, em Ceilândia, em Brasília. A vítima estava com a filha do casal de 4 anos em uma consulta quando foi agredida a facadas. A informação foi confirmada por uma funcionária da unidade de saúde. As informações são do Correio Braziliense.

Shirley Rúbia, de 39 anos, agendou uma consulta com o pediatra do hospital. O ex-companheiro, no entanto, entrou com ela na sala do médico. Segundo fontes, no momento em que a criança estava na maca para ser examinada, o suspeito atingiu a vítima com facadas.

A equipe médica da unidade encaminhou Shirley ao centro cirúrgico, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu. O Correio apurou que a área de pediatria está isolada.

Após o crime, o homem fugiu e foi até a casa onde mora com os pais, em Samambaia, e se matou. O Correio apurou que o casal estava separado há três meses. A Polícia Civil investiga o caso.

*Com informações do Correio Braziliense

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.