BUSCAR
BUSCAR
Geral

MP e polícia investigam vereador de Caxias do Sul por xenofobia contra baianos

'povo que vive na praia tocando o tambor', diz vereador
01/03/2023 | 18:31

O Ministério Público do Rio Grande do Sul decidiu investigar, em duas frentes a declaração do vereador Sandro Fantinel (Patriota), de Caxias do Sul (RS), para que empresários do setor agrícola não contratem pessoas da Bahia, ‘povo que vive na praia tocando o tambor’, ‘acostumado com carnaval e festa’, nas palavras do parlamentar. Uma das apurações se dará na esfera criminal e a outra em âmbito civil, para analisar eventual dano coletivo à luz de possível violação de direitos humanos.

Segundo o procurador-geral de Justiça, Marcelo Lemos Dornelles, o caso foi encaminhado à Promotoria de Justiça Criminal de Caxias do Sul e para a Promotoria de Justiça com atribuição em matéria de Direitos Humanos. O chefe do MP gaúcho, avalia que as declarações ‘preconceituosas do vereador, uma pessoa pública em exercício de mandato eletivo, proferidas na sede do Parlamento municipal, atingiu não apenas o povo nordestino, haja vista a ampla repercussão do caso em todo o País’.

anotabahia nao contratem aquela gente diz vereador caxiense em meio a escandalo de escravidao sandro fantinel
Sandro Fantinel (Patriota), de Caxias do Sul (RS) - Foto: Reprodução

A Polícia Civil já abriu inquérito para apurar as declarações, em tese pelo crime de racismo. O delegado responsável pelo caso oficiou a Câmara de Caxias do Sul na manhã desta quarta, 1º, para obtenção do vídeo que registra as falas de Sandro Fantinel. As gravações aportaram na Polícia Civil no início da tarde.

Os investigadores ainda vão ouvir pessoas que participaram da sessão da casa legislativa da cidade gaúcha nesta terça-feira, 28, para esclarecer o episódio. O vereador só deve ser ouvido na fase final do inquérito, que tem prazo inicial de 30 dias.

A declaração agora sob investigação ocorreu durante sessão da câmara da cidade gaúcha nesta terça-feira, 28, em referência ao resgate de mais de 200 pessoas – muitas da Bahia – que foram submetidas a situação análoga à escravidão em vinícolas de Bento Gonçalves.

“Gente, só vou dar um conselho: agricultores, produtores, empresas agrícolas que estão me acompanhando não contratem mais aquela gente lá de cima (estado da Bahia, no Nordeste), disse Sandro Fantinel.

“Com os ‘baiano’, que a única cultura que eles têm é viver na praia tocando o tambor, era normal que tivesse esse tipo de problema (de trabalho análogo à escravidão)” afirmou.

“Que isso sirva de lição. Deixem aquele povo, que é acostumado com carnaval e festa, para vocês não se incomodarem novamente”, completou.

Por Pepita Ortega – Estadão Conteúdo 

Seguro obrigatório voltará a ser pago em 2025
Nova taxa prevê pagamento de serviços médicos a vítimas de acidentes
17/05/2024 às 14:58
Analfabetismo cai, mas 11,4 milhões ainda não sabem ler e escrever no Brasil, diz IBGE
Em 13 anos, taxa teve uma redução de 2,6 pontos percentuais, caindo de 9,6% para 7%
17/05/2024 às 14:43
Após tratamento para erisipela, Bolsonaro tem alta de hospital
Ex-presidente estava internado no Hospital Vila Nova Star, São Paulo
17/05/2024 às 13:04
Caixa começa a pagar Bolsa Família de maio
Pagamento no Rio Grande do Sul é unificado
17/05/2024 às 12:08
Lula sanciona volta da cobrança do seguro Dpvat, mas veta multa por não pagamento
Presidente vetou os artigos que estabeleciam multa pela falta de pagamento do Seguro Obrigatório
17/05/2024 às 12:00
Judiciário repassa R$ 130 milhões para Defesa Civil gaúcha
Tribunal de Contas deverá fiscalizar aplicação dos recursos
16/05/2024 às 16:48
Android terá ‘modo ladrão’ que bloqueia tela do celular caso alguém o arranque de sua mão
Novidade poderá bloquear a tela do celular ao identificar que alguém arrancou o aparelho de sua mão abruptamente
16/05/2024 às 15:41
Primeiro lote de restituição do IR vai pagar mais de R$ 1 bilhão para contribuintes do RS
Segundo a Receita Federal, medida vai beneficiar cerca de 900 mil gaúchos
16/05/2024 às 14:00
Brasil vai desenvolver cultivo de alimentos no espaço
Tecnologias deverão ser desenvolvidas pela Embrapa
15/05/2024 às 15:48
Petrobras perde R$ 35,3 bilhões em apenas uma manhã
Ações da empresa operam forte em queda após saída de Jean Paul
15/05/2024 às 14:51
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.