BUSCAR
BUSCAR
Saúde
Mossoró planeja retomar cirurgias eletivas ginecológicas
Estimativa é de que sejam realizadas cerca de 50 cirurgias por mês
Redação
28/08/2021 | 09:33

As cirurgias eletivas deverão ser retomadas em Mossoró a partir do próximo mês de setembro. Inicialmente serão realizadas cirurgias ginecológicas em parceria com a Maternidade Almeida Castro (APAMIM).A estimativa é de que sejam realizadas cerca de 50 cirurgias por mês.

Na quinta-feira 19, a secretária municipal de Saúde, Morgana Dantas, participou de reunião na Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (SESAP/RN), onde ficou definido que até o próximo dia 31 de agosto, o governo estadual deverá fazer o repasse do Termo de Cooperação Técnica Financeira (TCTF), para pagamento com os prestadores. A retomada das cirurgias eletivas depende deste ajuste.

A Maternidade Almeida Castro tem capacidade de realizar 50 cirurgias ginecológicas por mês. “Queremos dar celeridade e reduzir as filas de pacientes que temos hoje” ressalta Morgana, lembrando que algumas cirurgias eletivas, principalmente oftalmológicas, já vinham sendo realizadas em Mossoró e outras de maior urgência que estavam sendo encaminhadas para Natal.

As cirurgias eletivas foram suspensas inicialmente em março de 2020, com a chegada da pandemia do novo coronavírus, e retomadas em setembro após redução nos índices de Covid no Estado. Em abril deste ano, no entanto, precisaram ser paralisadas novamente após novo aumento de casos e internações. Em julho deste ano, após uma queda estabilizada no número de casos, mortes e internações da Covid no Rio Grande do Norte, atrelado à vacinação, os procedimentos voltaram a acontecer.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.