BUSCAR
BUSCAR
Violência
Morte de jovem frentista por cliente que se recusava a usar máscara provoca comoção
Crime ocorreu no fim de semana; porta-voz do governo se diz 'sem palavras'
O Globo
22/09/2021 | 16:58

O governo alemão demonstrou repúdio nesta quarta-feira pelo assassinato “brutal” de um funcionário de um posto de gasolina no Oeste do país por um cliente que se recusou a usar uma máscara protetora contra a Covid-19..

O crime, ocorrido no sábado em Idar-Oberstein, só foi divulgado na terça-feira e causou grande comoção no país. A vítima, um estudante de 20 anos, foi morta por um homem de 49, aparentemente porque o jovem frentista se recusou a atendê-lo se ele não usasse a máscara. O acusado pelo crime, que reconheceu os fatos, entregou-se à polícia um dia depois.

— O governo repudia com veemência este assassinato. Lamentamos a morte desse jovem, que foi brutalmente assassinado. É uma violência que me deixa sem palavras — declarou a porta-voz durante uma entrevista coletiva.

O fato, ocorrido poucos dias antes das eleições legislativas do próximo domingo na Alemanha, alimentou o temor de que o movimento negacionista, que se opõe ao uso de máscaras e restrições sanitárias, se radicalize.

— O fato já é insuportável — declarou Demmer — mas também está sendo utilizado nas redes sociais como motivo para tentar dividir nossa sociedade, incitar ódio e insultos. O assunto foi usado para apelar à violência.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.