BUSCAR
BUSCAR
Agricultura

Ministério da Agricultura reconhece o RN como livre da Febre Aftosa sem vacinação

Portaria 678/2024 foi publicada no dia 30 de abril pelo órgão federal e valoriza a produção animal do RN, abrindo caminhos para novos comércios
Redação
02/05/2024 | 18:32

Após extensa campanha de vacinação promovida pela Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape/RN), por meio do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária (Idiarn/RN), junto aos agropecuaristas do RN, no período de 15 a 30 de abril, o estado alcançou, por meio de portaria do Ministério da Agricultura e Agropecuária (Mapa), publicada na última terça-feira (30), o status de livre da Febre Aftosa sem vacinação.

Graças a este reconhecimento, o Rio Grande do Norte passa a compor a lista de estados brasileiros que, já a partir do próximo semestre, não dependerá mais de campanhas de vacinação contra a doença, uma vez que seu rebanho bovino e bubalino alcançou um número significativo de animais imunizados. Isso reforça o compromisso do Governo do RN em garantir a sanidade animal, protegendo a população e a economia do estado.

RN passa a compor a lista de estados brasileiros que não dependerá mais de campanhas de vacinação contra a doença - Foto: Arquivo do Idiarn
RN passa a compor a lista de estados brasileiros que não dependerá mais de campanhas de vacinação contra a doença - Foto: Arquivo do Idiarn

Segundo o titular da Sape/RN, Guilherme Saldanha, o fato é muito importante, pois o RN possui um rebanho de excelente qualidade, mesmo que com um tamanho considerado pequeno quando comparado a outros estados. “Por exemplo, no dia 1º de maio, na maior exposição de gado Zebu do Brasil, animais do RN foram vencedores em várias categorias, entre várias raças. Sem esse reconhecimento do Mapa, esses animais ficariam proibidos de serem transportados do nosso estado para outros do país. O momento agora é de celebrar o que essa portaria vai proporcionar de avanço econômico para pequenos, médios e grandes criadores ”, comemorou Saldanha.

Benefícios para os produtores

Para o diretor geral do Idiarn/RN, Mário Manso, a portaria do Mapa é fruto de um trabalho sistemático realizado pelo órgão e que será benéfico em diferentes escalas. “Já não registramos casos de Febre Aftosa no RN há mais de 20 anos. No entanto, a vacinação semestral era obrigatória para manter esse reconhecimento de área livre da doença. A mudança desse status para uma área livre sem vacinação valoriza a produção agropecuária e abre portas para novos mercados, nacionais e internacionais, equiparando o Rio Grande do Norte a outros estados que já possuíam o selo e nos tornando fornecedores de produtos de origem animal”, detalhou o diretor.

Para os produtores rurais, as vantagens são inúmeras: a economia em não precisar mais comprar a vacina e pagar mão de obra especializada para a sua aplicação, podendo redirecionar esse investimento para outras áreas da sua criação. Além disso, os animais também poderão transitar livremente para outras regiões, facilitando o comércio desse rebanho.

Declaração dos animais vacinados

Apesar do reconhecimento, o trabalho dos produtores referentes a essa última campanha ainda não acabou. É de extrema importância que os animais vacinados sejam declarados até o dia 15 de maio, em qualquer escritório Idiarn/RN, Emater/RN ou as secretarias de agricultura dos municípios, pois esta declaração é requisito essencial para que esse selo seja validado pela Organização Mundial de Saúde Animal e, assim, o Brasil seja considerado um país livre da Febre Aftosa sem vacinação por inteiro.

Paula Pimenta revela data de início das gravações da sequência de “Fazendo meu filme”
Escritora esteve em Natal no último dia 25 para participar de uma roda de conversa e autógrafos com os fãs no evento Invasão Geek do Sesc RN
29/05/2024 às 11:25
Cantor potiguar Filipe Toca é indicado ao prêmio da música brasileira
No dia que as nomeações saíram, o cantor agradeceu e comentou sobre o novo ciclo de trabalho
29/05/2024 às 11:18
Governo conclui pagamento salarial de maio para o funcionalismo do RN no dia 30
Serão 371 milhões depositados nas contas de 63 mil servidores que ganham acima de R$ 4 mil, trabalhadores da Educação e lotados em pastas com recursos próprios.
29/05/2024 às 11:04
Prefeitura de Parnamirim intensifica educação de trânsito nas escolas
Com o objetivo de intensificar as atividades de educação de trânsito, a Prefeitura promove atualmente várias ações nas escolas do Município
29/05/2024 às 10:46
Pontos facultativos alteram funcionamento de órgãos da administração estadual
Hospitais, serviços das forças de segurança e plantões de delegacias não terão seu funcionamento alterado neste feriadão.
29/05/2024 às 10:29
Detran realiza serviço itinerante de exames prático e teórico no interior do RN
Para obter a Habilitação, o candidato precisa ser aprovado nos exames teórico e prático
29/05/2024 às 10:19
Polícia Civil prende homem suspeito de abusar 12 crianças no interior do RN
As investigações apontam que o suspeito havia cometido o mesmo tipo de delito contra 12 vítimas
29/05/2024 às 09:47
Parnamirim: vereadores conseguem assinatura para instalar CPI da Educação
A Câmara Municipal de Parnamirim deverá instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a educação pública municipal
29/05/2024 às 08:49
Projeto que cria cadastro de pedófilos no Estado avança na Assembleia e é aprovado em comissão
Iniciativa é de Cristiane Dantas (Solidariedade) e agora vai tramitar em outras comissões
29/05/2024 às 08:42
Professores da UFRN farão novo plebiscito para decidir sobre greve
O plebiscito começará às 12h desta quarta-feira 29 e terminará às 18h da sexta-feira 31
29/05/2024 às 08:33
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.