BUSCAR
BUSCAR
Economia

Micro e pequenas empresas puxam saldo do mercado formal de empregos no RN

Volume de empregos criados pelos pequenos negócios no terceiro mês deste ano é 16% maior que o registrado em 2023
Redação
02/05/2024 | 07:37

A quantidade de novas vagas de emprego com carteira assinada abertas pelos pequenos negócios do Rio Grande Norte tem se mantido, mês a mês, acima do saldo das médias e grandes empresas. Em março, esse volume chegou a 2.899 novos postos de trabalho gerados. Com o desempenho do segmento, juntamente com o encerramento de 1.484 vagas por parte das médias e grandes corporações, o estado terminou o terceiro mês do ano com um saldo positivo de empregos formais, somando um total de 1.415 empregos criados. A maioria dessas vagas foi ocupada por jovens, entre 18 e 24 anos, e aberta no setor de serviços.

Isso é o que revela a edição de março do Mapa do Emprego do RN, publicação elaborada pelo Sebrae no Rio Grande do Norte, que nesta edição apresentada os dados do mercado de trabalho potiguar no segundo mês do ano a partir dos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de fevereiro, divulgados na terça-feira 30.

Procon explica como trocar presentes. Foto: José Aldenir/ Agora RN
RN conta com massa de 504,7 mil trabalhadores com carteira assinada. Foto: José Aldenir / Agora RN

A publicação mostra que, em março ocorreram mais de 19,4 mil desligamentos no Rio Grande do Norte, mas, em compensação, houve mais de 20,8 mil contratações, o que resultou na abertura de 1.415 novas vagas. Esse é o quinto melhor saldo entre os estados do Nordeste, à frente de Pernambuco, Paraíba, Sergipe e Alagoas, e também o melhor resultado de geração de trabalho com carteira assinada pelo RN para o mês desde 2020.

Foram criados 2.613 postos nas microempresas e outros 286 nas pequenas empresas. Por outro lado, as empresas de demais portes não acompanharam o mesmo desempenho e registraram perdas de vagas, sendo 533 encerradas nas médias e 951 nas grandes.

O volume de empregos criados pelos pequenos negócios no terceiro mês deste ano é 16% maior que o registrado em 2023, quando em março foram criados pelas empresas de micro e pequeno porte do estado cerca 2,5 mil empregos formais. Os pequenos negócios acumulam no primeiro trimestre um total 5.341 vagas.

Do total, apenas 56 foram geradas pelas pequenas empresas, o restante pelas micro. Esse saldo de empregos do segmento, apesar de significativo, é 70% menor que as vagas abertas no primeiro trimestre do ano passado, quando as MPEs do RN foram responsáveis por mais de 18 mil frentes de trabalho abertas.

Como o saldo de março ficou em 1.415 vagas (1.826% maior que março de 2023), o total de vagas acumuladas pelo RN no trimestre atingiu o patamar de 2.839 empregos acumulados no ano. Os pequenos negócios já chegam a acumular um saldo que é quase o dobro (88,1%) do total de empregos no estado acumulados entre janeiro e março.

ae9802e2acebaec5b5436f0d1551112abf8c8842
Micro e pequenas empresas puxam saldo do mercado formal de empregos no RN

Natal e Mossoró lideram abertura de empregos

Atualmente, o Rio Grande do Norte conta com uma massa de 504,7 mil trabalhadores empregados com carteira assinada e com rendimentos mensais médios de R$ 1.373, segundo informações mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

O Mapa do Emprego mostra ainda que Natal teve o maior volume das vagas criadas. Foram 1.591 frentes de trabalho abertas. Em seguida, Mossoró, com 1.176 empregos criados, e Parnamirim, cujo saldo foi de 420 vagas. Já Baia Formosa registrou a maior perda, já que teve 1.091 trabalhadores demitidos sem contratação de outros para ocupar as respectivas vagas. O mesmo ocorreu em Arez, que em março teve um saldo de 788 vagas fechadas, e Apodi, com 303 empregos perdidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Contas públicas têm superávit de R$ 6,7 bilhões em abril
Dívida bruta está em 76% do PIB
29/05/2024 às 11:18
Taxa de desemprego fica em 7,5%, a menor para o trimestre desde 2014
Contingente com carteira assinada é o maior já registrado
29/05/2024 às 10:37
Taxa das blusinhas: governo e Congresso fecham acordo para alíquota de 20%
Lira e Lula conversaram nesta terça-feira sobre o assunto em busca de um acordo que chegasse um caminho do meio
28/05/2024 às 21:49
Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio acumulado em R$ 75 milhões
As apostas podem ser feitas até as 19h, horário de Brasília
28/05/2024 às 09:38
Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 8
Com adicionais, valor médio do benefício está em R$ 682,32
28/05/2024 às 09:32
SEBRAE RN promove sustentabilidade de olho na economia e no meio ambiente
Dentro desse contexto, o Polo de Energias Renováveis atua para incentivar energias limpas nas micro e pequenas empresas, oferecendo suporte completo, conexões estratégicas e um ambiente de negócios voltado à inovação com um forte apelo ambiental
28/05/2024 às 08:51
Mercado eleva previsão da inflação de 3,8% para 3,86% em 2024
Projeção de expansão da economia está 2,05% este ano.
27/05/2024 às 11:46
Governo aceita discutir “taxa da blusinha” em projeto separado
Proposta de taxação de compras até US$ 50 será debatida em projeto de lei separado
27/05/2024 às 10:57
Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 7
Com adicionais, valor médio do benefício está em R$ 682,32
27/05/2024 às 08:17
Banco Mundial lança ferramenta para estimar alíquotas do “Imposto do Pecado”
Nova ferramenta, SimVat, projeta alíquotas para produtos prejudiciais à saúde e ao meio ambiente, enquanto debate sobre cesta básica continua no Congresso
26/05/2024 às 12:04
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.