BUSCAR
BUSCAR
Cultura Potiguar
Melancolia necessária
Gustavo Henrique, “Gushy”, conta que é preciso sentir tristeza para superar dores – o que pode ser feito por meio da música
Nathallya Macedo
08/07/2020 | 00:27

Mesmo tendo apenas 16 anos, o natalense Gustavo Henrique demonstra maturidade emocional através da arte. Gushy, como é conhecido, expressa entre letras autorais e beats próprios alguns aspectos de uma melancolia classificada por ele como necessária. “Muitos enxergam a tristeza como algo ruim e evitável, mas acredito que precisamos passar pela dor para reconhecer os bons momentos e crescer”, contou.

Estudante do ensino médio, Gushy começou a cantar na banda da escola. Depois da primeira apresentação em público, percebeu que havia encontrado a missão de vida. “Estava enfrentando problemas, mas me senti preenchido. Então iniciei a composição do meu álbum de estreia, ‘Melancolia’. Aprendi a tocar piano e teclado, produzi e gravei os arranjos instrumentais sozinho”, relembrou o jovem.

Lançado em dezembro de 2019, o disco tem 12 faixas e foi inspirado pelo trap urbano. “Tenho Adele, Amy Winehouse e Lana Del Rey como referências. O modo de compor, com símbolos calorosos e realistas, além da busca incansável por letras cruas e sinceras. Quem escuta, se identifica e encontra semelhanças nas narrativas”.

Em “Iluminar”, última música do álbum, o artista confessa que recuperou o caminho da luz após todas as etapas intensas do processo de autoconhecimento. “A mensagem que quero passar é de que a decepção pode te deixar mais forte e destemido. Os questionamentos e dúvidas existem por um motivo e as experiências ensinam lições importantes”, afirmou.

Já em maio deste ano, durante o período de isolamento social, o cantor lançou o EP “Nó”, com maiores experimentações sonoras e repleto de relatos de superação. “Estamos vivendo um ciclo muito difícil, para além da pandemia. Precisamos cuidar da saúde física e, com a mesma cautela, da mental. Por isso, considero que a música é quase uma terapia e espero impactar a maior quantidade possível de pessoas com minhas palavras de apoio”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.