BUSCAR
BUSCAR
Pandemia
Médico defende pesquisa de vacinas contra covid-19 e alerta para risco nas festas
Diretor de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio-Libanês, Luiz Fernando Lima Reis explica desenvolvimento de cinco imunizantes que usam três diferentes tecnologias
Estadão
23/12/2020 | 20:40

As vacinas para tentar barrar o vírus Sars-Cov-2, que causa a covid-19, doença que já matou quase 200 mil pessoas só no Brasil, são seguras, resultado de intenso trabalho da ciência. A opinião é do médico bioquímico Luiz Fernando Lima Reis, um cientista que conhece a pesquisa sobre o novo coronavírus por dentro.

Reis, que é também diretor de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio-Libanês, destaca o avanço da ciência na pesquisa das vacinas, afirma que “é trabalho feito com responsabilidade”, assim como os cuidados hospitalares com os pacientes. Mas o médico alerta que neste período de festas “é preciso que as pessoas mantenham as regras de isolamento social e higiene pessoal” para evitar aumento na contaminação.

“A vacina não vai resolver tudo em 15 dias”, explica Reis. Segundo ele, houve aumento nas internações, os hospitais estão cheios e a imunização da população vai requerer tempo. Na entrevista à TV Estadão, Reis analisa e dá detalhes da pesquisa das cinco vacinas, que usam três tecnologias diferentes de imunização, que estão para entrar no mercado mundial: Coronavac (Butantan/Sinovac), Astrazeneca (Oxford/Fiocruz), Janssen, Pfizer/BioNtech e Moderna.  

Assista:

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.