BUSCAR
BUSCAR
Desdobramento
Marcius Melhem cita Gentili e até troca de nudes em ação contra Dani Calabresa
"O tom jocoso e íntimo era constante no tratamento entre ambos. Entre autor [Melhem] e ré [Dani] eram comuns as brincadeiras, inclusive de natureza sexual. Mas nada aí havia de constrangedor, abusivo ou imposto", defendem os advogados
Notícias da TV
15/01/2021 | 15:22

Após uma série de reportagens e entrevistas, o caso Marcius Melhem e Dani Calabresa chegou à Justiça de São Paulo na quinta-feira (14). Os advogados do ex-chefe do Humor da Globo protocolaram um documento de 61 páginas, com um pedido de indenização por danos morais e materiais de R$ 200 mil contra a humorista. Na petição, a defesa de Melhem cita Danilo Gentili e expõe até prints de conversas sobre nudes.

O objetivo do escritório Panella Advogados, que representa o comediante na ação, é provar que os ex-colegas de emissora mantiveram uma relação de amizade e intimidade entre 2017 e 2019.

O processo judicial foi antecipado pela revista Veja, e o Notícias da TV teve acesso à petição inicial. “O tom jocoso e íntimo era constante no tratamento entre ambos. Entre autor [Melhem] e ré [Dani] eram comuns as brincadeiras, inclusive de natureza sexual. Mas nada aí havia de constrangedor, abusivo ou imposto”, defendem os advogados.

A defesa de Melhem exibiu um print de 1º de junho de 2017, em que o roteirista, ao responder a uma mensagem de agradecimento de Calabresa, diz: “Te amo sem você me mandar um nude, olha que puro. É nosso!”. Na sequência, ele avisa que ainda a fará muito feliz na Globo –a atriz tinha entrado na emissora em 2015.

Dani responde com uma gargalhada e brinca sobre o nude: “Mostrei sem você pedir”. “Mostrou e eu lembro de cada detalhe”, rebateu Melhem. Segundo a explicação da defesa, havia acontecido uma festa na casa do diretor Mauro Farias no mês anterior em que essas mensagens foram trocadas –esse “mostrar” se referiu à ocasião.

Também em junho de 2017, mas no dia 29, Dani enviou uma mensagem para o humorista dizendo que era sua fã. O ator agradeceu, voltou a mencionar os nudes e a chamou de “talentosa e gostosa”.

Veja a troca de mensagens abaixo:

Rascunho automático
Marcius Melhem cita Gentili e até troca de nudes em ação contra Dani Calabresa

“Ilustrativo desse tratamento íntimo e consensual, é a seguinte manifestação de Daniella, de 1º de junho de 2017, a propósito de ‘nudes’ mostrados ao autor em uma festa ocorrida no mês anterior na casa do diretor Mauro Farias ‘mostrei sem você pedir’. As manifestações do autor classificando Daniella como ‘talentosa e gostosa’, faziam-se igualmente nesse contexto”, argumentam os advogados de Melhem.

Assim como o ex-chefe do Humor da Globo já havia feito em entrevistas, a sua defesa buscou desconstruir os relatos publicados pela reportagem da Revista Piauí no início de dezembro.

De acordo com a publicação, durante uma festa de confraternização em um karaokê em novembro de 2017, o ator teria tentado agarrar Dani. Ela teria pedido para passar, mas ele teria a imobilizado e puxado a cabeça dela novamente para forçar um beijo. Assustada, a artista teria virado o pescoço, mas tido seu rosto lambido. Segundo o relato, ele teria tirado o pênis para fora da calça, e Dani encostado a mão e os quadris no órgão sexual dele ao tentar fugir.

Os advogados de Melhem desmentem: “Na festa, em área mais reservada, o autor [Melhem] e a ré [Calabresa], em dado momento, trocaram beijos e carinhos, de modo absolutamente consensual, assim como muitos outros casais presentes ao evento. O autor, em verdade, na aludida festa, trocou também beijos e carinhos com uma amiga convidada por Daniella, e que não foi referida pela reportagem da Revista Piauí”.

A petição por danos morais contra Calabresa tem dezenas de mensagens e áudios de WhatsApp. “Inclusive, em 2 de dezembro de 2017, após a festa realizada na madrugada de 5 de novembro daquele ano, mencionada pela Revista Piauí como palco do suposto assédio sexual por parte do autor, a ré envia mensagem a Marcius, novamente em tom jocoso, enaltecendo os ‘dons’ físicos do autor”, aponta a defesa do ex-executivo.

Danilo Gentili é citado no documento como um “amigo íntimo” de Calabresa. Os advogados mostram um post em que o apresentador disse que já estava ciente de “todos os detalhes que ela [Dani] revelou na Revista Piauí” e não foi desmentido por Calabresa.

“Veja-se que igualmente não se pronunciou após a postagem de Danilo Gentili, amigo íntimo da Daniella, o que confirmaria que fora ela, a ré, quem fornecera a narrativa distorcida e falaciosa, divulgando por meio da mídia a existência de assédio por parte do autor”, ressalta.

Marcius Melhem pede R$ 200 mil por danos morais, pagamento de R$ 46,4 mil das sessões de terapia que ele iniciou depois que as denúncias vieram à tona e também exige que Dani Calabresa faça uma retratação pública em todas as suas redes sociais.

Posicionamento de Dani Calabresa

A defesa de Dani Calabresa ainda não se pronunciou sobre a ação judicial de Melhem. A humorista nunca citou o ex-chefe nominalmente em redes sociais ou programas de TV. No entanto, em 4 de dezembro, quando a reportagem da Piauí foi publicada, ela fez um post.

“Nunca quis ser vista como uma mulher assediada, mas para recuperar minha saúde, precisei me defender. Nunca procurei a imprensa. Tomei as medidas cabíveis para conseguir ajuda. Tudo é muito difícil, dá medo, vergonha, mas temos que lutar por respeito e justiça. Não passarão. Assédio é crime!”, afirmou Dani no Instagram.

“Toda minha solidariedade às mulheres que passam por isso e têm medo de denunciar. É impressionante a luta que uma mulher precisa travar para provar que é vítima. Denuciem!”, reforçou Dani na publicação.

No desabafo, a humorista também agradeceu pelas mensagens de apoio que recebeu após a reportagem da Revista Piauí e o suporte da humorista Maria Clara Gueiros, que apoiou a denúncia “desde o início”.

As advogadas da atriz Dani Calabresa querem que o Ministério Público Federal investigue Marcius Melhem por crimes sexuais. O pedido foi feito em dezembro.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.