BUSCAR
BUSCAR
Coluna
Marcelo Hollanda: “Gripezinha” foi elevada à condição de peste e, em breve, alcançará 500 mil mortes no Brasil
Confira a coluna de Marcelo Hollanda desta quarta-feira 26
Marcelo Hollanda
26/05/2021 | 09:31

Gripezinha brava
Desde que a gripezinha foi elevada à condição de peste no Brasil, há um desacordo permanente sobre os destinos da pandemia, que em breve alcançará inacreditáveis 500 mil mortes.

Narrativas
As narrativas nem de perto acompanha os fatos na CPI da Covid no Senado.
A mais asquerosa delas, urdida por um parlamentar paranaense, é de que o tratamento precoce poderia ter salvado até aqui metade das vidas.

Mágica não tem
Isso daria mais de 220 mil recuperados, já que o resto certamente pereceu pela falta de Cloroquina, Ivermectina, vitamina C e Zinco. Ou, quem sabe, ozônio naquele lugar. Ou solda de maçarico, se preferir.

CPI
O problema é sério. Com exceção dos Anões do Orçamento, CPIs costumam acabar em nada. Mas ela já começou a animar os governistas na defesa dos remedinhos duvidosos.

Estigma
Ontem, o senador Fernando Bezerra Coelho, líder do governo no Senado e um dos políticos mais experientes da tropa de choque governista (até pelo fato de ter servido quase todos os presidentes da redemocratização antes de Bolsonaro) escapou do estigma.

Remedinho
Ele defendeu, mais até do que a depoente apelidada de Capitã Cloroquina, o tal do tratamento precoce na falta de coisa melhor. No tempo deste colunista, chás eram comuns nas enfermidades e ai que um surtisse resultado – virava uma lenda na vizinhança.

Em resumo
Quando a vacinação em massa e o distanciamento social já são realidade para os principais auxiliares do presidente, menos para o próprio, bom mesmo é desfilar sem máscara no Rio ao lado do ex-ministro da Saúde e general da ativa.

Números
Mas os números não mentem e eles indicam para o autismo das autoridades e de correligionários quando se trata de entender o que está acontecendo. Uma mortandade raramente vista na história de um país neutro em guerras, a despeito dos militares distribuídos fartamente pelo governo.

Maldição
O lead da matéria é do Estadão e soa como presságio. “O SARS-CoV-2 é capaz de reativar um vírus ancestral presente há 5 milhões de anos na linhagem evolutiva dos seres humanos, porém, na maioria das vezes, adormecido, revelou um novo estudo da Fiocruz divulgado na última sexta-feira, 21”. Uhhhh!

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.