BUSCAR
BUSCAR
Brasil
Marca de roupas é criticada por lançar código após morte de grávida baleada no Rio
Kathlen Romeu, de 24 anos, foi morta com um tiro em Lins, Rio de Janeiro
IG
09/06/2021 | 20:35

Após a morte de Kathlen Romeu, de 24 anos e grávida de 4 meses no Rio de Janeiro, a marca que ela revendia virou alvo de críticas. A Farm, marca de roupas carioca, criou um código na loja online. O objetivo era de reverter o valor de comissão de cada venda para a família dela, além disso, a marca diz que irá dar suporte psicológico e emocional através do canal de gente e gestão da empresa.

Mas a ação da marca não foi bem aceita por quem está protestando contra a morte de Kathlen. A principal crítica é de que mesmo com uma morte trágica, a marca está tentando vender produtos e não irá reverter o valor total da roupa para a família e sim a comissão, fazendo a assassinada trabalhar pela empresa mesmo morta.

A promoção da Farm está sendo criticada e viralizando nas redes sociais. Além disso, muitos comentam que negros mortos pela violência policial viram estampa de camiseta ao invés de ter uma mudança efetiva na desigualdade e no número de negros mortos em confrontos policiais.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.