BUSCAR
BUSCAR
Opinião

Lula no mundo e a Faixa de Gaza brasileira; leia coluna de Alexandre Macedo

Está na cara que, ao intensificar roteiro pelo mundo, presidente quer ser dirigente de um órgão internacional
Alexandre Macedo
28/10/2023 | 05:00

Foi divulgada nesta semana a mais recente pesquisa Genial/Quaest, com dados sobre a avaliação do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O levantamento, que ouviu 2 mil pessoas entre os dias 19 e 22 de outubro, mostra que houve um decréscimo, nos últimos dois meses, na popularidade e na aprovação do Governo Lula 3.

De agosto a outubro, a avaliação positiva do governo caiu quatro pontos, de 42% para 38%. Já a negativa saltou de 24% para 29%, um aumento de cinco pontos. A margem de erro é de 2,2 pontos.

Presidente Lula e primeira-dama Janja acenam para vice Geraldo Alckmin em embarque rumo a mais uma viagem - Foto: Ricardo Stuckert / PR
Presidente Lula e primeira-dama Janja acenam para vice Geraldo Alckmin em embarque rumo a mais uma viagem - Foto: Ricardo Stuckert / PR

Alguma coisa aconteceu.

Na avaliação sobre a economia, 32% consideram que ela piorou nos últimos 12 meses. O dado é 8 pontos acima do registrado em agosto.

O posicionamento do governo e do presidente Lula na guerra entre Israel e o Hamas também foi avaliado pelos entrevistados. Sobre o presidente, a opinião é dividida: 35% consideraram a atuação positiva e 23%, negativa. Outros 31% consideraram regular a atuação de Lula.

Em resumo, um quadro pior para Lula do que dois meses atrás. A população vem achando que o governo está decaindo de produtividade e perspectiva.

Sobre as viagens ao exterior, 55% acham que elas são excessivas. Só 37% acham que Lula está viajando adequadamente.

A respeito do tour internacional de Lula, vale uma observação pessoal. O presidente é um animal político de origem, que trabalha política 24 horas por dia. Lula já está pensando no que vai ser depois da Presidência da República. Está na cara que ele quer ser dirigente de um órgão internacional. Pode ser a Organização das Nações Unidas (ONU), a Organização dos Estados Americanos (OEA) ou outro organismo. Ou ele quer se candidatar ao prêmio Nobel da Paz.

Isso à parte, é preciso dizer: lutar pela paz é absolutamente correto, necessário e impositivo, mas Lula, ao empregar um discurso internacional de forma ostensiva, mostra disposição para cuidar mais da pauta internacional do que da pauta nacional.

Em tempos de guerra na Faixa de Gaza, convém lembrar que temos uma aqui também, e o Brasil está precisando da Presidência da República, de um presidente que esteja mais atento aos problemas nacionais, aos problemas dos estados – como Rio de Janeiro e Bahia –, do que do mundo.

O Brasil está querendo e precisando de um apoio sistemático do Governo Federal. O Rio é um caso emblemático. O problema lá não é só local, é do Brasil inteiro. A violência não está limitada ao estado fluminense; espalhou-se pelo País todo. O comando das facções espalhou-se; as milícias estão em todo o território nacional.

Se o Governo Federal não chegar agora para se somar aos governos estaduais e à sociedade civil, encontrando políticas que possam melhorar a situação da violência, nós vamos estender e muito a Faixa de Gaza que já reconhecemos existir hoje no Brasil.

*Alexandre Macedo é consultor político.

América enfrenta Corinthians em SP em busca de avançar na Copa do Brasil
Time potiguar venceu dois dos últimos três compromissos e aparece no 2º lugar do Brasileirão Série D
22/05/2024 às 08:48
Investimentos em infraestrutura e pessoal reduzem criminalidade no RN
Graças a esse esforço, o Rio Grande do Norte é hoje o segundo estado do Nordeste na proporção de policiais para cada 1.000 habitantes e o oitavo no ranking nacional
22/05/2024 às 08:39
Pacientes de Natal estão há quatro meses sem receber insulina: “Descaso”
Secretaria Municipal de Saúde informou ao AGORA RN que abriu um processo emergencial para aquisição da insulina
22/05/2024 às 08:20
Saúde anuncia abertura de novos leitos na Grande Natal
Sesap convocou mais 81 profissionais para atuarem nos 48 novos leitos que serão abertos nos hospitais Deoclécio Marques de Lucena, em Parnamirim, e Geral João Machado, em Natal
22/05/2024 às 08:16
TSE rejeita cassação de Moro por unanimidade
PL e PT acionaram a Justiça alegando abuso de poder econômico
22/05/2024 às 08:07
Taveira demite indicados de Kátia e Carol Pires na Prefeitura de Parnamirim
Exoneração em massa ocorre no momento em que Kátia mantém sua pré-candidatura a prefeita, apesar de Taveira apoiar Salatiel de Souza
22/05/2024 às 08:00
“Bizarrices técnicas” são usadas como argumentos para impugnar pesquisas, afirma sociólogo do RN
Daniel Menezes lembra que contestações deste tipo são motivadas por má-fé e constituem crime eleitoral, conforme nova Resolução do TSE
22/05/2024 às 07:53
Prefeitura do Natal celebra 2 anos do programa Banco de Alimentos
Ação de segurança alimentar beneficia 6.000 pessoas por mês e já distribuiu mais de 90 toneladas de alimentos
22/05/2024 às 07:43
Congresso Sesc de Educação possibilita formação de qualidade para profissionais e estudantes
Com programação atual e diversificada e valores acessíveis, conferência acontece entre 3 e 4 de julho, em Natal
22/05/2024 às 07:40
Gonçalves bate o pé e não apoia Paulinho: “Defendo candidatura própria do PL”
Deputado federal do PL afirma que é contra o partido apoiar Paulinho, a quem vê como “deputado do centrão”
22/05/2024 às 07:32
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.