BUSCAR
BUSCAR
Literatura
Livro reforça tese de que Brasil foi descoberto a partir de praia potiguar
Manuel Oliveira Cavalcanti Neto lança '1500: de Portugal ao saliente potiguar”; pesquisa relacionada ao descobrimento do Brasil
Redação
14/03/2018 | 13:54

O engenheiro civil Manuel Oliveira Cavalcanti Neto, de 71 anos, após ler diversos livros que lançam dúvidas sobre o processo de descobrimento do Brasil, acabou por iniciar, no ano passado, uma ampla pesquisa sobre a possibilidade de a expedição de Pedro Álvares Cabral ter desembarcado nas águas tranquilas do Cabo de São Roque, em Touros, no litoral do Rio Grande do Norte. A investigação virou o livro “1500: de Portugal ao saliente potiguar”.

A obra será lançada nesta quinta-feira, 15, no Hospital Infantil Varela Santiago, às 17h. Toda a renda será revertida para a manutenção dos serviços hospitalares. “Eu não queria aceitar a verdade absoluta. Até porque, ao longo dos anos, várias provas surgiram para derrubar a tese da descoberta pela Bahia. Além disso, as vendas podem ajudar na manutenção da unidade hospitalar”, diz Manuel Oliveira.

A obra é a primeira incursão do engenheiro na literatura. “Eu sempre gostei de fazer pesquisas e de me aprofundar nos assuntos relacionados à história”, explica. A investigação para o trabalho começou a partir da leitura dos livros do historiador natalense Lenine Pinto Barros – “Reinvenção do Descobrimento”, “Ainda a Questão do Descobrimento” e “O Mando do Mar” (2015).

“Passei a fazer uma pesquisa mais ampla sobre o assunto. Iniciei os trabalhos em março de 2016. Fui para Portugal e analisei documentos históricos do governo português. Muitos, inclusive, negligenciados pelos historiadores brasileiros”, detalha. Boa parte das análises foram feitas no Museu da Torre do Tombo, em Lisboa, o maior acervo relacionado às navegações.

Um destes documento é o mapa de Alberto Cantino, de 1502, que traz os contornos do litoral brasileiro. O documento traz informações sobre a ocorrência de serras e da vegetação na área nomeada de Cabo de São Jorge – no local do desembarque de Cabral. No entanto, a descrição não bate com o ocorre na praia baiana, mas é idêntica ao que se encontrada no atual Cabo de São Roque, no litoral potiguar.

Comprovações históricas

“De ponta a ponta, é toda praia parma, muito chã e muito formosa”, anotou o escrivão Pero Vaz de Caminha, na carta do descobrimento do Brasil, em 22 de abril de 1500. A profundidade do local, cerca de quatro metros, é a mesma que se encontra na baía da praia de Touros. A ‘Carta do Descobrimento’ também foi uma das ferramentas de pesquisa para o livro. O documento histórico traz uma descrição do local escolhido pela frota portuguesa para ancorar.

As correntes marítimas do Oceano Atlântico, conduziriam as naus portuguesas até o litoral potiguar, diferente do local tradicionalmente indicado pelos livros de história, a baía de Porto Seguro, na Bahia. “São outras comprovações de que a chegada ocorreu mesmo pelo Rio Grande do Norte”, afirma Manoel Oliveira.

Por sinal,  em 2000, numa expedição organizada pelos governo do Brasil e de Portugal, a nau utilizada para refazer a travessia – entre a cidade portuguesa de Lisboa e Porto Seguro, na Bahia –  precisou de um motor auxiliar, de 190hp, para conseguir cumprir todo o trajeto traçado por Pedro Álvares Cabral.

Outro ponto da carta de Pero Vaz de Caminha é de que a expedição, ainda do alto mar, visualizou um “monte, muito alto e redondo”, que os portugueses nomearam o ponto de Monte Pascoal. “Este monte, na verdade, é o Pico do Cabugi, que pode ser visto, sim, de alto mar”, descreve o autor.

A ideia do autor do livro é ajudar na reforma dos atuais registros da história.  “Já temos dados e as informações necessárias para reconstruir a história oficial. Meu livro é mais uma ferramenta para referendar a descoberta do Brasil a partir do Rio Grande do Norte”, finaliza.

Serviço:
Livro – “1500 – De Portugal ao Saliente Potiguar”

Horário – Dia 15 de março, às 17h, no Hospital Varela Santiago

Valor: R$ 40

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.