BUSCAR
BUSCAR
Forte externa
Líder do governo Bolsonaro disse que pretende pressionar politicamente a Anvisa
A agência anunciou que a exigência de ensaios clínicos da fase 3 para aprovação de uso emergencial não são mais obrigatórios
IG
04/02/2021 | 14:09

O líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (Progressistas), afirmou que pretende “enquadrar” a diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária pela aprovação mais rápida de vacinas. Ao Estadão, Barros afirmou que vai pressionar politicamente a agência.

“Estou trabalhando. Eu opero com formação de maioria. O que eu apresentar para enquadar a Avnisa passa na Câmara feito um rojão”, afirmou Barros, que é ex-ministro da Saúde. Atualmente, o governo busca destravar o registro da vacina Sputnik V, de origem russa.

Na noite da quarta-feira (3), a agência anunciou que a exigência de ensaios clínicos da fase 3 para aprovação de uso emergencial não são mais obrigatórios. Segundo Barros, porém, a decisão trata-se de uma “enganação”, já que a fase 3 continua “preferencial” para emissão do registro.

“Eles tiraram a fase 3 e colocaram um monte de exigências. Eles não entenderam ainda. Estão fora da casinha, não sabem que estamos numa pandemia”, criticou o líder do governo. Na entrevista, Barros criticou de maneira geral o excesso de burocracia para aprovação de produtos pela Anvisa.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.