BUSCAR
BUSCAR
Oferta
Leilão da Receita Federal tem dois iPhones 7 pelo preço de um
O destaque são 27 lotes de iPhones 7 com diferentes cores e capacidades, todos com dois celulares e valor mínimo de R$ 3.000
Por Redação
23/05/2017 | 18:15

A Receita Federal irá realizar um leilão com diversas mercadorias apreendidas no Aeroporto Internacional de Guararapes, no Recife. Vários dos lotes disponíveis incluem iPhones 7, que serão arrematados em pares com preço inicial de R$ 3.000.

Atualmente, o preço do iPhone 7 mais barato no Brasil, com apenas 32 GB de armazenamento, é de R$ 3.500. Ou seja: com o preço inicial dos lotes, seria possível adquirir dois iPhones com o preço inferior ao de um aparelho vendido pelos canais convencionais de comércio.

São 58 lotes no total, com inúmeros produtos de todas as categorias, incluindo outros eletrônicos, mas o destaque são 27 lotes de iPhones 7 com diferentes cores e capacidades, todos com dois celulares e valor mínimo de R$ 3.000.

O edital informa que tanto pessoas físicas como jurídicas poderão participar do leilão, mas alguns dos lotes são limitados a empresas. As pessoas que arrematarem alguns dos lotes poderão consumir os produtos por conta própria, mas apenas as empresas que conseguirem os produtos terão autorização para comercializá-los.

As propostas podem ser enviadas a partir do dia 24 de maio e o período de recebimento de se encerrará em 5 de junho. A fase seguinte do leilão começa no dia seguinte, 6 de junho. Se você ficou interessado, você pode acessar este link para ir ao site que reúne os leilões da Receita Federal. Basta acessar o link que mostra o Aeroporto Internacional de Guararapes como unidade executora do leilão.

 

 

Fonte: Olhar Digital

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.