BUSCAR
BUSCAR
Festa
Kelps diz que, se for eleito, Prefeitura do Natal vai fazer Carnaval em 2021, mesmo com pandemia
e acordo com candidato a prefeito pelo Solidariedade, por causa da pandemia de Covid-19, a organização do Carnaval 2021 precisa ser “responsável”, mas não pode deixar de acontecer. Ele cita saúde mental da população como justificativa
Redação
22/10/2020 | 16:14

O candidato do Solidariedade à Prefeitura do Natal, Kelps Lima, disse nesta quinta-feira 22 que, se for eleito, vai autorizar a realização de festas de Carnaval em 2021, apesar de ainda não haver vacina disponível contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus e que já matou mais de 1 mil pessoas na cidade só este ano.

Para conter a disseminação da Covid, autoridades de saúde têm recomendado o distanciamento entre as pessoas. Por causa disso, desde março, está proibida a realização de eventos em massa no Estado. A atual gestão municipal, por exemplo, deve cancelar a realização dos tradicionais festejos de Natal e réveillon na capital potiguar.

De acordo com Kelps, por causa da pandemia, a organização do Carnaval 2021 precisa ser “responsável”, mas não pode deixar de acontecer. O candidato sugeriu que a festa pode amenizar o impacto na saúde mental provocado pela Covid-19. E defendeu que a prefeitura contrate apenas artistas locais para tocar na festa.

“Tem que ser uma festa linda, mas quem tem que estar na frente do palco são os artistas natalenses. Tem (que acontecer). De forma responsável, mas tem que ter. É muito sofrimento. A gente precisa sentar e pensar em uma forma (de fazer)”, destacou o candidato em entrevista ao programa “Bom Dia Cidade”, da 94 FM.

Segundo Kelps, a pandemia do novo coronavírus causou um forte impacto na saúde mental da população, não só pela gravidade da doença, mas também pela “forma demagógica” – ele opina – como a situação foi tratada. Ele reproduziu fala de especialistas que apontam que a pandemia deixará um “rastro de traumas”.

Transporte

Na entrevista à 94 FM, o candidato do Solidariedade falou também sobre mobilidade urbana. Ele criticou a Prefeitura do Natal por ainda não ter realizado a licitação do transporte público e atribuiu isso ao fato de existir, segundo ele, um “jogo” entre as empresas de ônibus e a atual administração.

Kelps afirmou que, se for eleito, vai realizar a licitação do sistema de transporte público de Natal ainda em 2021, no 1º ano de governo, e exigir que as empresas respeitem o contrato.

“Natal é a única capital do Brasil que não fez licitação dos ônibus. Para o ouvinte ter ideia da importância, essa retirada de linhas que afetou 350 mil natalenses – por exemplo, os garçons e trabalhadores da Via Costeira, que terminam o serviço à noite –, com a licitação, essa medida seria impossível. Porque ia ter contrato entre as empresas e a prefeitura, e teria de ser cumprido”, afirmou.

O candidato declarou que, com a licitação, Natal terá uma tarifa “mais justa” e ônibus mais novos, pois o contrato exigirá que as empresas mantenham uma frota mais moderna.

Kelps disse ainda que vai implantar GPS nos veículos para que a população possa acompanhar se toda a frota está em circulação e saber com exatidão a hora em que o ônibus chegará na parada mais próxima de sua casa ou trabalho.

Aluguel de carros

O candidato do Solidariedade destacou também que, se for eleito, a Prefeitura praticamente não terá mais contrato de aluguel de carros. Ele afirmou que os aluguéis só vão permanecer em áreas essenciais, como na Guarda Municipal e na saúde.

“Os demais serviços serão feitos de Uber”, finalizou.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.