BUSCAR
BUSCAR
Justiça
Justiça tranca investigação contra Felipe Neto por críticas a Bolsonaro
Youtuber comemorou nas redes sociais e provocou o vereador Carlos Bolsonaro
IG
03/05/2021 | 19:06

O empresário e youtuber Felipe Neto comemorou na tarde desta segunda-feira, 3, o trancamento da investigação aberta pelo vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) contra ele por chamar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de ‘genocida’.

“Vitória. Promotor de Justiça acaba de opinar a favor do Habeas Corpus e o trancamento da investigação policial contra mim por chamar o Presidente de ‘genocida’. Deixou claro se tratar de “flagrante ilegalidade praticada pela autoridade coatora’. Bjo Carlos Bolsonaro”, disse Felipe Neto.

“O cara me dá tanta importância que fixou o tweet no topo do perfil, que constrangedor. Mais um tentando me silenciar na polícia. Vamos em frente, sem medo. Essa corja será derrotada no Brasil”, continuou.

A decisão foi expedida pelo promotor Guilherme Macabu Semeghini, que alegou “flagrante ilegalidade” na denúncia por suposta infração à Lei de Segurança Nacional.

Segundo Semeghini, a manifestação do youtuber foi opinativa e, portanto, não se enquadra em crimes previstos pela Lei de Segurança Nacional. Agora, o Ministério Público pode declarar o fim da investigação ou encaminhar à Justiça Federal.

Fica a cargo da Justiça julgar que fim terá a investigação, que poderá ser encaminhada à Justiça Federal ou anulada, conforme o pedido do Ministério Público.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.