BUSCAR
BUSCAR
Coluna
Jovem democracia brasileira está sendo posta à prova de uma maneira nunca vista
Confira a coluna de Marcelo Hollanda desta quinta-feira 24
Marcelo Hollanda
24/06/2021 | 08:37

Não precisa desenhar, precisa?

Voto impresso, aumento brutal nos cargos de confiança de livre nomeação na máquina pública, distribuição farta de emendas parlamentares do relator para aliados (o famoso orçamento secreto) e militares podendo voltar a julgar civis quando se sentirem ofendidos.

Este é o passaporte para a “venezualização” do Brasil.

Até o momento, as instituições têm mostrado resiliência em relação a este autogolpe.

Câmara e Senado, a partir de suas presidências; amplos setores das Forças Armadas e seus braços em estados e municípios; Procuradoria Geral da República e Polícia Federal (estamos falando em parcelas dessas instâncias) já sucumbiram ou estão prestes a sucumbir.

A jovem democracia brasileira está sendo posta a prova de uma maneira nunca vista desde a redemocratização iniciada com a eleição de Tancredo Neves (“Diretas Já”, lembram?) e a Constituição de 1988.

Dentro desse contexto, o projeto de poder do PT imaginado para 20 anos com Lula e Dilma é brincadeira de criança, coisa de iniciante.

Parte da direita que via em Bolsonaro mero instrumento para eleger o ex-mito Sérgio Moro derreteu junto com o jacobinismo da Operação Lava Jato.

Parte desse campo político que vestia verde-amarelo ainda está atônita do o que ajudou a produzir – a destruição da democracia imperfeita do Brasil para colocar no lugar dela a ditadura perfeita.

Nunca estivemos tão perto do passado como agora, quando um egresso do baixo clero do Congresso, que ninguém levava a sério pelo seu conteúdo folclórico, quase expulso das Forças Armadas por praticar sindicalismo na caserna, pôs literalmente a cúpula das Forças Armadas de joelhos.

Quem viveu esses tempos tenebrosos sabe perfeitamente que não há liberdade aqui, seja econômica ou social.

Há um populismo gordo abraçado no patrimonialismo e na corrupção de sempre.

Portanto, apenas a continuação do mesmo, piorada.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.