BUSCAR
BUSCAR
Negou ser verdade
Jogador de Street Fighter é banido de torneios após ser acusado de promover estupro coletivo: “Na zoeira”
Robinho é acusado de estupro coletivo; ele alega ter inventado história
Terra
07/01/2022 | 18:26

Robson “Robinho” Oliveira, jogador de Street Figher V, foi acusado nesta quinta-feira (6) de promover um estupro coletivo. A denúncia foi feita por Raphael “Zenith”, um dos nomes da comunidade de jogos de luta e vencedor do Prêmio eSports Brasil 2020.

Zenith postou em suas redes sociais um clip da live do acusado, realizada no dia 27 de dezembro de 2021, onde Robinho teria admitido que embebedou uma mulher para que ele e mais oito homens tivessem relações sexuais com ela.

Procurada pelo Game On, a Capcom, produtora de Street Fighter V e organizadora dos campeonatos do game de luta, informou que Robson foi banido permanentemente de todos os eventos pertencentes ou operados pela empresa, incluindo a Capcom Pro Tour, Capcom Cup e Street Fighter League.

Leia a íntegra da declaração da Capcom sobre o caso de Robinho:

“Fomos informados de que Robson ‘robinho’ Oliveira emitiu declarações em uma plataforma púbica nas quais ele descreveu ter participado de atos condenáveis e intoleráveis. Nós mantemos uma política de tolerância zero para tais atos e comportamentos, os quais, no mínimo, violam o código de conduta dos jogadores, além de possivelmente infringirem as leis brasileiras, e os quais requerem providências. Dessa forma, Robson ‘robinho’ Oliveira daqui por diante está banido permanentemente de todos os eventos pertencentes ou operados pela Capcom, incluindo a Capcom Pro Tour, Capcom Cup e Street Fighter League. Este é um banimento global e, portanto, se aplica a torneios e eventos em todo o mundo.

Embora esta seja apenas uma consequência, esperamos que as autoridades rapidamente investiguem e solucionem o caso com o rigor da lei”.

Robinho deu uma entrevista ao ge e negou as acusações. O atleta confirmou que teve um relacionamento com a mulher e que o namoro foi há quase 25 anos, quando ele tinha 13 anos e ela 15. Disse ainda que fez uma “brincadeira” no clipe que foi retirado da live e que o trecho ficou fora do contexto.

“Isso foi uma história que eu inventei na hora, na zoeira. Isso aí de bebida nem existe. Pessoal estão (sic) distorcendo a história toda”, explicou Robinho ao site.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.