BUSCAR
BUSCAR
Investigação
Investigadores encontram nova pista no caso Marielle Franco, diz jornal
Nova informação pode levar a polícia ao responsável pela clonagem do Chevrolet Cobalt, usado na emboscada da vereadora e Anderson Gomes
Metrópoles
06/12/2020 | 13:43

Os assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSol) e do motorista Anderson Gomes completam mil dias na próxima terça-feira 8 Agora, uma nova pista surgiu sobre o caso, que pode levar ao responsável pela clonagem do Chevrolet Cobalt usado na emboscada às vítimas. A informação é do jornal O Globo.

De acordo com a publicação, investigadores descobriram que Eduardo Almeida Nunes de Siqueira, morador de Muzema (RJ), clonou um veículo do mesmo modelo, entre janeiro e fevereiro de 2018. Vale lembrar que o caso Marielle aconteceu em março do mesmo ano.

Além disso, ainda segundo o jornal, o advogado Bruno Castro, que defende Eduardo Almeida, é o mesmo que atua para o sargento reformado da Polícia Militar Ronnie Lessa, acusado de executar Marielle e Anderson.

Siqueira admitiu que já clonou uma série de veículo, incluindo um Cobalt na cor prata, ano 2014, semelhante ao carro usado pelos assassinos, em depoimento prestado à Delegacia de Homicídios (DH) da Capital, em 3 de julho de 2018. O assunto, porém, se perdeu no processo.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.