BUSCAR
BUSCAR
Coronavírus

Indonésia inclui influenciadores digitais em grupo prioritário de vacinação contra covid-19

No lançamento, ao lado do presidente Joko Widodo, que recebeu a primeira dose da vacina aplicada no país, estava Raffi Ahmad, uma personalidade da televisão nacional que possui quase 50 milhões de seguidores no Instagram
Estadão
14/01/2021 | 21:00

A definição dos grupos com prioridade para receber a vacina contra covid-19 na Indonésia incluiu uma classe curiosa. O país asiático decidiu colocar influenciadores digitais entre os primeiros da fila de imunização.

Quarto país mais populoso do mundo, a Indonésia iniciou sua campanha de vacinação na quarta-feira, 13. No lançamento, ao lado do presidente Joko Widodo, que recebeu a primeira dose da vacina aplicada no país, estava Raffi Ahmad, uma personalidade da televisão nacional que possui quase 50 milhões de seguidores no Instagram.

celular e1613221961609
O país asiático decidiu colocar influenciadores digitais entre os primeiros da fila de imunização. Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

“Alhamdulillah [louvado seja Deus] uma vacina… Não tenha medo de vacinas”, escreveu em uma publicação a celebridade, de 33 anos, com um vídeo dele recebendo a injeção, ao lado de um emoji de coração e outro da bandeira da Indonésia.

Decidir quem deve ser o primeiro na fila para doses limitadas de vacina tem sido um desafio em todo o mundo, com muitos países priorizando médicos, pacientes em grupos de risco e idosos. A decisão de incluir os influenciadores, segundo o oficial do Ministério da Saúde da Indonésia, Siti Nadia Tarmizi, faz parte de uma estratégia de comunicação do governo.

Embora a Indonésia enfrente o surto de coronavírus mais grave no sudeste da Ásia – com mais de 869 mil casos e 25 mil mortes – há ceticismo em relação à segurança e eficácia de qualquer vacina.

Ao mesmo tempo, os indonésios estão entre os principais usuários globais de plataformas de mídia social como Facebook, Twitter e Instagram.

O Ministério da Saúde não informou quantos influenciadores seriam vacinados no grupo prioritário.

Ahyani Raksanagara, chefe da agência de saúde de Bandung, disse à Reuters que os artistas “esperançosamente transmitem influência e mensagens positivas” sobre as vacinas, e especialmente para os jovens.

Uma pesquisa no mês passado mostrou que apenas 37% dos indonésios estavam dispostos a ser vacinados, enquanto 40% considerariam isso e 17% recusaram.

Alguns médicos levantaram dúvidas sobre o uso inicial da vacina CoronaVac da empresa chinesa Sinovac Biotech pela Indonésia – com estudos no Brasil, Indonésia e Turquia mostrando eficácias variando de 50% a 91%.

A decisão de incluir influenciadores digitais na lista de prioridades saiu pela culatra quando fotos de Raffi o mostravam em uma festa horas depois que ele recebeu a injeção – que não confere imunidade imediata.

As imagens dele sem máscara e desrespeitando protocolos de distanciamento social com um grupo de amigos geraram críticas nas redes sociais, com apelos para que ele desse melhor exemplo.

“Isso também mostra que o governo é inconsistente em priorizar quem recebe a vacina primeiro”, disse Irma Hidayana, cofundadora da iniciativa de dados sobre a pandemia LaporCOVID-19. “Eles deveriam ter feito isso com outro profissional de saúde, talvez, não um influenciador.”

Nádia, oficial do Ministério da Saúde, observou que “quando você é vacinado, ainda tem que cumprir os protocolos de saúde e não ser descuidado em aplicá-los”.

Zubairi Djoerban, da Associação Médica da Indonésia, disse que a estratégia de contratar influenciadores só funcionaria se “os influenciadores fossem informados sobre a vacina e o covid-19 para que possam ser agentes de mudança”.

Argentina entrega ao Brasil lista de foragidos do 8/1 que entraram no país
Cerca de 60 procurados foram para o território argentino; pelo menos 10 já saíram do país vizinho
19/06/2024 às 21:10
EUA: escolas de Louisiana deverão fixar os Dez Mandamentos nas salas
Até o início de 2025, todas as salas de insituições públicas de ensino no Estado de Louisiana deverão contrar com os Dez Mandamentos
19/06/2024 às 19:56
Folha de pagamento dos militares no Brasil é mais de três vezes superior à dos EUA
Gastos com pessoal ativo, inativo e pensionistas somarão R$ 77,4 bilhões em 2024, representando 78% do orçamento militar brasileiro
18/06/2024 às 11:44
Alemanha apreendeu bilhões de euros em cocaína, diz governo
Polícia alemã capturou mais de 35 toneladas de cocaína entre abril e setembro do ano passado
17/06/2024 às 12:38
Kate Middleton faz primeira aparição pública após cirurgia de câncer
Princesa de Gales se juntou a outros membros da família real britânica no Palácio de Buckingham para o aniversário oficial do rei Charles III
15/06/2024 às 10:58
Bill Gates está investindo em projeto de energia nuclear nos EUA
Projeto, no estado de Wyoming, terá um novo tipo de reator; bilionário afirma que visa a eletricidade sem emissões
14/06/2024 às 20:43
Ucrânia diz que condições de cessar-fogo de Putin são “absurdas”
País diz Rússia tenta enganar as potências mundiais e minar os esforços genuínos de paz
14/06/2024 às 20:05
No G7, Lula e Macron debatem combate ao garimpo ilegal
Lula participou da cúpula do G7, nesta sexta-feira. O chefe do Executivo também teve reuniões com o papa e líderes de outros países
14/06/2024 às 19:28
EUA manda submarino nuclear para Cuba após chegada de navios russos
Navios russos estão em terras cubanas para exercícios militares planejados entre Cuba e Rússia. EUA descarta ameaça do país europeu
13/06/2024 às 20:42
Núcleo da Terra está desacelerando e duração do dia pode mudar, sugere estudo
Apesar da descoberta, pesquisadores ressaltam que as consequências da lentidão ainda são especulações
13/06/2024 às 19:49
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.