BUSCAR
BUSCAR
Perigo
Índice de transmissão do coronavírus volta a crescer no Rio Grande do Norte
RN tem 2.416 mortes causadas pela Covid-19
Redação
10/10/2020 | 05:18

Apesar da redução do números de mortes pela Covid-19 ao longo das últimas semanas, o índice de contágio da doença no Rio Grande do Norte voltou a crescer esta semana. Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), esta taxa de transmissão do novo coronavírus é, agora, 1,12— ou seja, cem pessoas contaminadas podem levar o Sars CoV-2 a 112 saudáveis.

Na semana passada, a Sesap indicou taxa de transmissão de 0,92 para todo o Rio Grande do Norte. Então, a cada cem infectados, 92 eram contaminados pelo coronavírus.

Segundo o secretário estadual da Saúde, Cipriano Maia, o estado tem 66 municípios em zona de perigo, com a transmissibilidade acima de 2. São locais em que a transmissão está fora de controle. Em uma das cidades, de acordo com os dados do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a cidade de Caiçara do Norte, no litoral Norte potiguar, tem um índice de 15,28.

Ainda de acordo com a Sesap, outros 70 municípios estão na zona de risco, com R(t) entre 1,03 e 2. “Isso nos leva a chamar a atenção da população dessas regiões, dos gestores e agentes da saúde para a necessidade de intensificar as ações de controle”, ressaltou.

Os dados do boletim epidemiológico desta sexta-feira 9 mostram que o estado tem 72.450 casos confirmados da Covid-19. Ao longo das últimas 24 horas, foram registradas três mortes a mais em relação ao boletim da quinta-feira 8. Desta forma, o número de óbitos é de 2.416. Há 316 óbitos em investigação.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.