BUSCAR
BUSCAR
Artigo
Hugo Lima: Justiça x Senado
Hugo Lima
13/04/2020 | 00:50

Primeiramente, um juiz federal bloqueia o fundo partidário e o fundo eleitoral e autoriza o uso da verba no combate ao coronavírus. Como resposta, o Senado recorre da decisão da Justiça Federal em Brasília. O presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), Carlos Moreira Alves, derruba a decisão original.

O fundo partidário soma R$ 959 milhões e é usado para permitir o funcionamento dos partidos. O fundo de financiamento de campanhas acumula R$ 2,034 bilhões, dinheiro destinado às campanhas das eleições municipais de outubro.

Apesar da convicção que não é momento para fazer política, grande maioria da classe é movida por interesse, e não por sentimento. “A política é uma guerra sem derramamento de sangue, e a guerra uma política com derramamento de sangue” (Mao Tse-Tung).

Enquanto as mortes são projetadas, a fome e a miséria se apresentam aos seus escolhidos, e a política segue nos surpreendendo.

Aliás, ela é a arte de captar em proveito próprio a paixão dos outros. É incrível!

Infelizmente, hoje, o Brasil progride à noite, enquanto os políticos estão dormindo (Elias Murad). E, em tempos de pandemia, a hipocrisia se entrega. Nunca vi tanto socialista capitalista, muito menos tanto capitalista socialista.

A justiça também não é santa, mas está cada vez mais difícil aceitar a separação destes poderes. Hoje, ela mostra sensatez! É que nem os partidos sabem mais quais são suas ideologias.

No meio da guerra, AGU alega que deveria ser uma alteração legislativa— mas e o que estão esperando?

Enfim, seguem o jogo e a briga por interesses pessoais! O povo, como sempre, se apaixona, esquece e se engana.

Se as eleições fossem hoje, o isolamento seria suspenso para balançarmos nossas bandeiras nas ruas, afinal, é isso que interessa.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.