BUSCAR
BUSCAR
Fatalidade
Homem passa mal e morre após comer ingrediente de comida japonesa
Perícia foi chamada ao local para investigar e constatar a causa da morte
IG
09/07/2021 | 13:57

Na madrugada desta quinta-feira 8, um homem de 47 anos morreu após comer comida japonesa e passar mal dentro de casa, em Cuiabá (MT). A família do publicitário disse que ele teria sofrido uma reação alérgica depois de comer camarão. As informações foram apuradas pelo G1 .

De acordo com os familiares de José Roberto Figueiredo, ele sabia que era alérgico ao alimento, mas não sabia que tinha camarão no prato que comeu. Ainda segundo os relatos, o publicitário teria começado a passar mal assim que ingeriu o camarão e se dirigiu ao banheiro do quarto dele. Logo depois, os parentes escutaram um barulho de queda e tentaram abrir a porta, mas ela estava trancada.

Eles chamaram o segurança do condomínio, que arrombou a porta e encontrou José Roberto caído no chão e inconsciente. Depois, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e os socorristas tentaram reanimar o publicitário, mas não tiveram sucesso. De acordo com as informações, ele tinha um ferimento na cabeça, provavelmente causado pela queda.

O corpo do publicitário foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Cuiabá e deverá passar por um exame para constatar a causa da morte . Além disso, a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi chamada para realizar uma perícia no local.

O corpo do publicitário foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Cuiabá e deverá passar por um exame para constatar a causa da morte da vítima. Até o momento, não há indícios de crime.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.