BUSCAR
BUSCAR
Meio ambiente

Homem é autuado pelo Idema após subir no Morro do Careca e postar nas redes sociais

Redação
01/11/2023 | 05:00

Um homem foi autuado nesta terça-feira 31 pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema) após infringir a legislação ambiental e subir no Morro do Careca, principal cartão-postal de Natal. O nome dele não foi divulgado.

A subida na duna foi registrada por ele próprio nas redes sociais. Em uma publicação no X (antigo Twitter) na tarde de segunda-feira 30, ele aparece em duas imagens no topo do Morro do Careca, só de sunga e de braços abertos. Na legenda, ele escreveu: “Toda beleza, todo amor, é lindo, é realmente lindo”.

Homem subiu no Morro do Careca e publicou fotos nas redes sociais - Foto: Reprodução
Homem subiu no Morro do Careca e publicou fotos nas redes sociais - Foto: Reprodução

Logo após a publicação, ele passou a receber uma enxurrada de críticas. Provocado por internautas, o Idema respondeu ao seguidor: “Seja um amigo do Morro do Careca! A subida neste patrimônio ambiental é considerada infração ambiental. Preserve-o”.

Com a repercussão, o homem apagou as contas nas redes sociais.

Subir no Morro do Careca é uma infração ambiental. Pisar na duna, que integra uma área de preservação ambiental (APA), agrava o processo de erosão que atinge o morro. Desde 1997, a Justiça proibiu o acesso à duna por causa disso. De acordo com o Idema, com base nos artigos 72 e 73 do Decreto Federal nº 6.514, de 2008, a subida pode render multa que varia entre R$ 10 mil e R$ 200 mil.

O órgão ambiental afirmou que o homem já foi identificado e notificado sobre o auto de infração nesta terça-feira, com apoio da Polícia Civil.

Fiscalização

Ao subir o local, a pessoa provoca impactos ambientais como erosão e perda de sedimentos, rebaixamento da topografia, danos à paisagem e perda de vegetação lateral. Há também o descarte de resíduos.

A fiscalização do local é feita diariamente pela Polícia Militar, por meio da Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb). A Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo de Natal (Semurb) e a Guarda Municipal também ajudam no monitoramento.

Elon Musk deve depor por videoconferência à Câmara sobre Moraes
Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados aprovou convite para que Elon Musk deponha ao parlamento brasileiro
23/04/2024 às 18:29
Boxeador aposta em si mesmo, vence e ganha R$ 258 milhões com luta
Ryan Garcia faturou a premiação da luta somada à ao valor obtido em aposta
23/04/2024 às 18:13
Parceria do Ministério da Saúde e Google fortalece acesso à saúde no RN
Usuários dos serviços de saúde vão encontrar com mais facilidade os endereços, telefone, expediente e link do Calendário Nacional de Vacinação
23/04/2024 às 18:05
PGR pede reforço de investigação sobre cartão de vacina de Bolsonaro
Procurador Paulo Gonet pediu aprofundamento das investigações à Polícia Federal (PF) nesta terça-feira 23
23/04/2024 às 17:54
Caso Siafi: Governo estima desvios de R$ 3,5 milhões e 200 tentativas de pagamentos ilegais
No governo, a desconfiança é que a invasão tenha sido feita por uma técnica chamada "phishing"
23/04/2024 às 17:53
Mais de 40% dos contribuintes entregaram declaração do IR
Fisco espera receber 43 milhões de documentos neste ano
23/04/2024 às 17:43
Governo prorroga por 60 dias uso da Força Nacional na Penitenciária de Mossoró
O uso da Força Nacional Penal na Penitenciária de Mossoró foi autorizado em fevereiro deste ano, após a fuga de dois presos, a primeira na história do sistema penitenciário federal brasileiro.
23/04/2024 às 17:42
STJ elege ministro Herman Benjamin para comandar o tribunal
Ministro Luís Felipe Salomão será o vice-presidente
23/04/2024 às 17:38
Vídeo: Incêndio atinge supermercado em Baraúna e homem se arrisca para apagar chamas
Vídeo que circula nas redes sociais mostrar homem se arriscando para conter incêndio que atingiu supermercado em Baraúna
23/04/2024 às 17:24
MPRN pede encerramento imediato da greve da Polícia Civil em ação na Justiça
Ação civil ordinária foi ajuizada pela PGJ nesta terça 23. MPRN também pede que movimento seja declarado ilegal e que haja desconto da remuneração dos servidores pelos dias de paralisação
23/04/2024 às 16:54
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.