BUSCAR
BUSCAR
Evento
Governo promove produtos da agricultura familiar ao mercado de bares e restaurantes
Governadora Fátima Bezerra participou de evento que ofereceu degustação de cardápio regional a empresários do setor alimentício
Redação
05/10/2020 | 19:58

Com o objetivo de fomentar as compras e vendas diretas entre os produtores da agricultura familiar e os bares e restaurantes potiguares, o Governo do Rio Grande do Norte realizou, nesta segunda-feira 5 o evento Proseando: debate e degustação de produtos da agricultura familiar. Idealizada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf), a ação foi executada através de parcerias, sem custos para o Estado, na Central de Comercialização da Agricultura Familiar (Cecafes), no bairro de Lagoa Nova.

Desde o início desta gestão, o Governo do Estado tem trabalhado para estruturar o fortalecimento do segmento, que responde pela produção de 70% dos alimentos saudáveis no Brasil e no Rio Grande Norte. Além de realizar compras diretas da agricultura familiar, pelo Programa Estadual de Compras Governamentais da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Pecafes), o governo tem fomentado a agricultura familiar visando a abertura de mercados.

A governadora Fátima Bezerra participou da degustação do cardápio que encerrou o evento – um prato com o tradicional arroz de leite, feito com arroz vermelho, queijo de coalho, nata e enriquecido com camarões, concebido pelo chef Marcelo Labre. “Essa parceria que estamos fazendo com a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) é mais um passo para a realização de um sonho, que é inserir os produtos da agricultura familiar, por seu caráter saudável e sustentável, no mercado e fazer com que eles cheguem às mesas dos nossos bares e restaurantes”, disse Fátima.

A iniciativa foi promovida em parceria com a Secretaria de Estado do Turismo (Setur), a Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), Governo Cidadão, Universidade Potiguar (UNP), Abrasel, Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ/UFRN), Sebrae/RN, União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar (Unicafes) e Organização das Cooperativas do Estado do RN (Ocern).

Professor do curso de gastronomia da Universidade Potiguar (UNP), o chef Marcelo Labre ressaltou a importância do caráter do evento e os resultados práticos que serão colhidos. “A gente só vai ter uma gastronomia genuinamente potiguar quando passarmos a utilizar os ingredientes da culinária regional. Quando eles [produtos da agricultura familiar] deixarem de ser coadjuvantes para serem utilizados como prato principal. Para que isso se torne realidade, o que está faltando para a logística do restaurante é exatamente esse elo que está sendo feito aqui”, opinou.

“Agradeço a todos os entes envolvidos, em especial à UnP, que proporcionou essa degustação em que mostra a viabilidade da agricultura familiar. Tenho certeza de que é o início de uma parceria que ainda vai render muito frutos. A abertura de mercado por meio de venda diretas é um sonho antigo dos agricultores, através das cooperativas, que está sendo concretizado no seu governo”, destacou o titular da Sedraf, Alexandre Lima.

VENDA DIRETA

No menu degustação apresentado no Proseando, teve arroz cremoso com queijo, manteiga da terra, nata e camarão; bolinho de feijão verde com manteiga da terra e geleia de manga com pimenta; antepasto de berinjela; quiche com jerimum refogado e queijo do reino; queijo de coalho defumado com abacaxi; chips de banana, macaxeira, batata doce e medalhões de queijo. O presidente da Abrasel, Artur Fontes, e os demais associados presentes se deliciaram com o cardápio, executado com a participação de alunos do curso de gastronomia da UnP, e o aprovaram da entrada à sobremesa.

Ao final, os convidados receberam kits com produtos secos e molhados da agricultura familiar. Bastante otimista, Fontes frisou a forma como a iniciativa pode ser desenvolvida de forma mútua. “Agora trabalhamos para que a agricultura possa pautar os restaurantes, mas aposto também que em breve os restaurantes possam pautar a produção dos nossos agricultores com ingredientes específicos que hoje são importados, como os cogumelos”, disse.

O empresário Fernando Popó, vice-presidente da Abrasel e colaborador da Organização das Cooperativas do Estado do RN (Ocern), destacou o diferencial que as compras coletivas de produtos da agricultura familiar representam para a realidade dos bares e restaurantes, para os produtores e para os consumidores. “Além do fator preço e da competitividade, pois eliminamos a figura do atravessador, ainda apostamos na qualidade dos produtos. O sabor chega realçado até à mesa do cliente. Vou citar como exemplo o investimento que o Estado tem feito para 34 queijeiras. Isso tem ajudado bastante a aumentar a qualidade do nosso queijo e um exemplo é a nossa mussarela”, declarou.

A coordenadora da Cecafes e presidente da União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar (Unicafes), Fátima Torres, destacou que o fomento à compra e venda direta tem sido uma estratégia muito boa para fortalecer a agricultura familiar. “Isso aqui só está funcionando porque a Cecafes está aberta, está funcionando, e aqui temos espaço para estocar. Acreditamos que vai dar certo”, disse. A Central é situada na esquina da Rua Jaguarari, com a avenida Mor-Gouveia, no bairro de Lagoa Nova, e funciona de segunda a sábado, das 06h às 14h.

O vice-presidente da Ocern e produtor de queijos, Joseilson Medeiros, de São João do Sabugi, destacou o apoio do programa Governo Cidadão, por meio de empréstimo do Banco Mundial, que está possibilitando a estruturação das queijeiras. “O queijo produzido pela agricultura familiar com certificação é tudo o que mais precisamos nesse momento, para expandir o mercado”.

O Proseando foi realizado das 9h às 12h, em formato híbrido, e teve a participação presencial de Adriana Lucena, cozinheira autodidata e pesquisadora de alimentos; por videoconferência de Rodrigo Levino, proprietário do Restaurante Jesuíno Brilhante (São Paulo – SP); o chefe de cozinha, Carlos Alberto Doria (São Paulo–SP); e Julie Cavignac, professora do Departamento de Antropologia da UFRN.

O encontro foi articulado pela coordenação de mercado da Sedraf, que tem o gestor de cooperativismo Emerson Cenzi como coordenador. “O mote central deste trabalho que estamos desenvolvendo é a agricultura familiar como elemento de sustentabilidade da gastronomia. Nosso intuito é fazer chegar o produto de qualidade à mesa do consumidor”, destacou.

Além dos já citados, também participaram do evento o secretário de Gestão de Metas Projetos e Relações Institucionais, Fernando Mineiro; o diretor do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do RN (Emater-RN), César Oliveira; a subsecretária de Política e Gestão Turística (Setur), Solange Portela; secretário adjunto da Sedraf, Lucenilson Ângelo.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.