BUSCAR
BUSCAR
Medida
Governo Federal prorroga pagamentos da Lei Aldir Blanc
A MP autoriza o pagamento do benefício com os recursos já aprovados em 2020 e destinados ao cumprimento da lei, mas que ainda não tenham sido utilizados. O ministro do Turismo fez um post em redes sociais revelando que havia assinado o adiamento junto com Guedes,
Estadão
30/12/2020 | 10:25

O presidente Jair Bolsonaro editou uma Medida Provisória nesta terça-feira, 29, que prorroga o prazo da utilização do auxílio emergencial da Lei Aldir Blanc, destinado ao setor cultural, para 2021. Com essa MP, fica autorizado o pagamento do benefício com os recursos já aprovados em 2020 e destinados ao cumprimento da lei, mas que ainda não tenham sido utilizados.

Em nota, a Presidência da República esclareceu: “[…] a MP, além de não representar aumento dos gastos públicos, busca conferir maior segurança ao trabalhador e à trabalhadora da cultura e maior efetividade à Lei Aldir Blanc, assegurando a continuidade das ações emergenciais, a manutenção do apoio aos beneficiários e a efetividade do socorro ao setor cultural”.

Para divulgar a prorrogação da lei, o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, fez um post em redes sociais, tocando sua sanfona, e revelando que havia assinado o adiamento junto com Paulo Guedes, ministro da Economia.

“Pessoal, sou Gilson Machado Neto, quero dizer que estou sensível a causa de todos os artistas brasileiros. Estamos na luta. Acabei de assinar agora o pedido de prorrogação da Lei Aldir Blanc, para que seja apreciado pelo presidente. Quero informar que o ministro Paulo Guedes também assinou e que nosso governo sempre apoiará os artistas. Conte conosco”, afirmou Machado em vídeo.

Por meio do Twitter, o presidente observa que, “ao todo o @govbr, por meio da @CulturaGovBr, transferiu R$ 3 bilhões para estados e municípios auxiliarem os pequenos artistas e espaços culturais”.

BBB24: veja que horas começa a final hoje
Programa define quem vence o programa entre Davi, Isabelle e Matteus
16/04/2024 às 10:43
Governo anuncia plano para assentar 295 mil famílias até 2026
Programa prevê novas formas de destinação de áreas rurais
16/04/2024 às 10:00
Câmara volta a discutir regulamentação de serviço de motoristas de aplicativos na quarta
Proposta do governo fixa regras para transporte de passageiro, mas deixa de fora os entregadores Fonte: Agência Câmara de Notícias
15/04/2024 às 17:37
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.