BUSCAR
BUSCAR
Salário

Folhas atrasadas e 13º de 2020: Confira as datas de pagamento do Governo do RN

Durante o encontro, foi confirmado para os próximos dias, ainda este ano, a divulgação do calendário de pagamento do funcionalismo para 2021
Redação
11/12/2020 | 16:46

Os servidores públicos estaduais que ganham até R$ 2 mil e os servidores das áreas de Educação e Segurança receberão os 60% restantes do décimo terceiro no dia 23 de dezembro de 2020. O restante da categoria receberá no dia 05 de janeiro de 2021.

O anúncio foi feito pela governadora Fátima Bezerra na tarde desta sexta-feira 11, durante a reunião com o Fórum Estadual dos Servidores, realizada no Auditório da Governadoria.

Salário
Imagem ilustrativa - Foto: Reprodução

“O pagamento no dia 23 de dezembro contempla cerca de 66 mil servidores, entre ativos, inativos, pensionistas, e os da Educação e da Segurança, o que representa quase 60% do universo dos servidores estaduais”, afirmou.

Na ocasião, a chefe do Executivo estadual informou que o calendário de pagamento do mês de dezembro será mantido, conforme anunciado no início deste ano: no dia 15 de dezembro, será feito o pagamento integral para quem ganha até R$ 4 mil e para os funcionários da Educação e da Segurança, além do adiantamento de 30% para os demais servidores.

No dia 30 de dezembro , o Estado realiza o pagamento de 70% do salário para quem recebe acima do teto de R$ 4 mil. Fátima antecipou que o Governo do Estado anunciará ainda neste ano de 2020 o calendário de pagamentos para 2021.

Pagamento das folhas atrasadas

Ficou estabelecido que, na primeira quinzena de janeiro de 2021, será retomada a negociação com o Fórum Estadual dos Servidores para definir o pagamento das duas folhas em atraso, dezembro e décimo terceiro de 2018, deixadas em aberto pela gestão anterior.

No entanto, a governadora garantiu que o passivo começará a ser pago a partir de janeiro de 2021. Ela conduziu a reunião acompanhada do vice-governador Antenor Roberto, dos secretários Aldemir Freire (Planejamento e Finanças) e Carlos Eduardo Xavier (Tributação), do controlador geral Pedro Lopes, do procurador geral Luís Antônio Marinho, da secretária-adjunta do Gabinete Civil Socorro Batista e da assessora jurídica do Luciana Daltro.

A reunião foi realizada mediante cumprimento dos protocolos sanitários, para prevenção ao contágio pelo novo coronavírus, e contou com a presença limitada dos representantes das entidades de classe que compõem o Fórum Estadual dos Servidores: Administração Direta – Sinsp/RN; Saúde – Sindsaúde; Tributação – Sintern; Policiais Penais – Sindpen-RN; Economistas – Sindecon-RN; Docentes da UERN – Aduern; Odontologistas – Soern; Administração Indireta – Sinai; Policiais Civis – Sinpol; Técnicos da UERN – Sintauern; Enfermeiros – Sindern.

No início da reunião, a presidente do Sinsp-RN, Janeayre Souto, apresentou a pauta enviada pelo Fórum. Os itens não contemplados nesta reunião, como é o caso do envio de um projeto de lei instituindo o comitê de negociação permanente, serão retomados para discussão ao longo de 2021. No entanto, a governadora adiantou que as reivindicações que impliquem aumento de despesa com pessoal serão reguladas pela legislação que estabelece o teto e o limite prudencial de gastos.

Em tempo, em 2020, pela primeira vez, após quatro anos, o Governo do Estado retomou o adiantamento do 13º salário para os servidores públicos. O pagamento foi iniciado no dia 10 de outubro, quando todo o quadro de mais de 104 mil servidores – ativos, inativos e pensionistas – recebeu 40% do 13º salário. O pagamento de 40% representou, aproximadamente a despesa de R$ 180 milhões.

A atual gestão recebeu quatro folhas salariais em aberto e quitou duas delas: novembro de 2018 e o 13º de 2017. De acordo com dados da Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças (Seplan), a soma das duas folhas em atraso – dezembro e o décimo terceiro de 2018 – é de aproximadamente R$ 750 milhões. Desde o início de 2019, o governo tem cumprido o compromisso de pagar o salário dos servidores públicos em dia. Em janeiro de 2020, pela primeira vez – em anos – o governo anunciou o calendário de pagamento dos servidores para o exercício fiscal inteiro.

Apostas movimentam 1% do PIB e comprometem até 20% do orçamento livre dos mais pobres, diz estudo
XP mostra que setor movimenta R$ 100 bilhões no Brasil e, proporcionalmente, é maior que nos EUA, onde apostas somam 0,4% do PIB
20/06/2024 às 19:30
Dólar vai a R$ 5,46 e renova máxima desde julho de 2022 após críticas de Lula ao BC
Banco Central encerrou um ciclo de sete cortes consecutivos na taxa Selic
20/06/2024 às 18:36
Lula lamenta manutenção da taxa básica de juros: “Quem perde é o Brasil”
Lula ainda criticou a autonomia do BC, que por lei assegura mandatos a seus diretores
20/06/2024 às 16:28
País tinha 9,4 milhões de empresas em 2022, mostra pesquisa do IBGE
Salário médio mensal foi R$ 3.542,19
20/06/2024 às 10:21
Mercado de inovação e startups para 60+cresceu no RN de 2020 a 2023, aponta mapeamento feito pelo Sebrae-RN
Empreendedorismo é uma das oportunidades para 60+ aliando experiência e tecnologia
20/06/2024 às 08:23
BC contraria Lula, interrompe sequência de cortes e mantém taxa de juros a 10,5%
Em entrevista, Lula disse que Roberto Campos Neto não demonstra capacidade de autonomia, tem lado político e trabalha para prejudicar o País
20/06/2024 às 07:50
Copom interrompe cortes e mantém juros básicos em 10,5% ao ano
Fim das reduções da Taxa Selic era esperado pelo mercado financeiro
19/06/2024 às 18:49
Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 3
Com adicionais, valor médio do benefício está em R$ 683,75
19/06/2024 às 10:24
Autonomia do BC aumentou credibilidade na política monetária, diz Lira
Falas de Lira vem em meio às críticas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) contra o presidente do BC, Roberto Campos Neto
18/06/2024 às 17:54
Haddad e Tebet relatam preocupação de Lula com alta de subsídios
Renúncias fiscais e benefícios financeiros atingiram R$ 646 bi em 2023
17/06/2024 às 19:26
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.