BUSCAR
BUSCAR
Conflito
Governo da Rússia faz exigências para cessar-fogo na Ucrânia
Kremlin pede o reconhecimento da Crimeia como território russo e a independência das regiões de Donetsk e Lugansk
R7
07/03/2022 | 18:15

O Kremlin disse nesta segunda-feira 7 que a Rússia colocará fim a sua ofensiva militar na Ucrânia se Kiev aceitar suas condições, que incluem o reconhecimento da Crimeia como território russo e a independência das regiões de Donetsk e Lugansk.

A operação militar russa na Ucrânia pode terminar “a qualquer momento” se a Ucrânia atender às condições da Rússia, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

A Ucrânia deve realizar uma emenda em sua constituição para renunciar a ser membro de “qualquer bloco”, reconhecer a Crimeia como território russo e aceitar oficialmente a independência das autoproclamadas repúblicas populares de Donetsk e Lugansk, afirmou Peskov, de acordo com a agência oficial de notícias russa RIA Novosti.

“Na realidade, já estamos concluindo a desmilitarização da Ucrânia. E vamos completar. [Os ucranianos] devem abandonar as ações militares”, disse.

Em resposta, o presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, classificou como “ultimato” as exigências russas. O mandatário ucraniano convidou Vladimir Putin a conversar em busca de um acordo para alcançar o cessar-fogo.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.