BUSCAR
BUSCAR
Decisão
Governo Bolsonaro vai montar base nos EUA para comprar armas, munições e equipamentos
Além de comprar materiais de segurança para esses órgãos, o ministério fará aquisições para forças policiais dos estados. Entre os principais argumentos a favor do escritório está a possibilidade de maior oferta de produtos e economia de dinheiro público
O Globo
27/08/2020 | 09:31

O Ministério da Justiça vai abrir um escritório em Washington voltado para compra de equipamentos de segurança pública, armas, munições, uniformes e veículos de transporte. O plano inicial é tocar um projeto piloto em que os integrantes designados pelo governo irão para os Estados Unidos em uma missão temporária. A portaria que vai viabilizar o escritório está em trâmite final.

A pasta da Justiça cogitou ter um escritório fixo nos EUA e chegou a colocar uma portaria no papel com esse formato, mas o ministro André Mendonça optou por fazer um teste antes de criar uma estrutura definitiva. O projeto é uma demanda antiga da Polícia Federal, que acredita que pode ter uma economia de mais de 40% em relação às aquisições feitas hoje no Brasil. O escritório temporário contará com representantes da PF, do Ministério da Justiça e também de Polícia Rodoviária Federal, outra parceira no projeto.

Além de comprar materiais de segurança para esses órgãos, o ministério fará aquisições para forças policiais dos estados. Entre os principais argumentos a favor do escritório está a possibilidade de maior oferta de produtos e economia de dinheiro público, ao eliminar intermediários que vendem esses equipamentos para o Brasil. O escritório também vai prospectar cursos de capacitação no exterior para brasileiros, com foco na área de segurança.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.