BUSCAR
BUSCAR
Coronavírus
Geleião, um dos fundadores do PCC, morre em decorrência da Covid-19
José Márcio Felício era o último dos principais fundadores da facção vivo e estava detido há 41 anos
CNN
10/05/2021 | 12:42

A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) do estado de São Paulo divulgou nesta segunda-feira (10) a morte de um dos fundadores da facção PCC (Primeiro Comando da Capital), José Márcio Felício – mais conhecido como Geleião. Ele morreu aos 60 anos após um mês internado para o tratamento da Covid-19, no Centro Hospitalar Penitenciário.

Antes de ser transferido para o hospital, Felício estava detido na Penitenciária de Iaras, zona rural do estado. Em nota, a SAP afirmou que as instalações penintenciárias do estado seguem as diretrizes de contingência do novo coronavírus em suas dependências, como a suspensão de atividades coletivas, cumprimento de quarentena por ingressantes e distribuição de máscaras e sabonetes.

Geleião era o último dos principais fundadores da facção vivo, e estava preso há 41 anos. Sua pena somava 142 anos, seis meses e 15 dias em reclusão, condenado por crimes como estupro, homicídio, roubo e formação de quadrilha.

Atualmente, o estado de São Paulo contabilizou mais de 3 milhões de casos confirmados da Covid-19 e cerca de 100.800 mortes pela doença.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.