BUSCAR
BUSCAR
Tributação
Gasolina cara no RN não é culpa dos impostos estaduais, afirma secretário
Na última sexta-feira 22, postos de combustíveis da Região Metropolitana de Natal subiram o preço do litro da gasolina em R$ 0,30 em média
Redação
24/01/2021 | 12:01

Poucos dias depois de o valor do litro da gasolina subir cerca de R$ 0,30 nos postos de combustíveis do Rio Grande do Norte, o secretário estadual de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, usou as redes sociais neste domingo 24 para fazer um esclarecimento.

De acordo com o secretário, o aumento expressivo no preço do combustível não tem relação com os impostos cobrados pelo Governo do Estado.

“As alíquotas de ICMS que incidem sobre os combustíveis no RN são iguais às cobradas nos demais estados do NE (Nordeste). Portanto, não é a tributação estadual que justifica essa discrepância”, afirmou, em publicação no Twitter.

Na última sexta-feira 22, postos de combustíveis da Região Metropolitana de Natal subiram o preço do litro da gasolina em R$ 0,30 em média. O reajuste aconteceu dois depois de a Petrobras aumentar em R$ 0,15 o valor do produto nas refinarias, considerando a oscilação do mercado internacional.

Na maioria dos postos da capital, o valor praticado neste fim de semana é de R$ 5,19 para o litro da gasolina comum.

O secretário de Tributação lembrou que, assim como em outros aumentos, desta vez surgiram críticas ao governo estadual. Vídeos que circulam nas redes sociais atribuem à tributação potiguar o fato de a gasolina custar mais caro em Natal que em outras capitais nordestinas.

Veja o post completo do secretário:

O que explica, então?

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Rio Grande do Norte (Sindipostos/RN), que representa postos de combustíveis, não costuma comentar aumentos de preços. No entanto, em entrevistas, o presidente da entidade, Antônio Sales, já atribuiu a diferença no preço para estados vizinhos à logística de transporte de combustíveis.

Gasolina mais cara do Nordeste

De acordo com a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Natal encerrou a semana passada (entre 17 e 23 de janeiro de 2021) com a gasolina mais cara de todas as capitais do Nordeste. O preço médio captado pela agência na cidade foi de R$ 4,794.

A gasolina mais barata está em São Luís (MA), onde é cobrado um preço médio de R$ 4,563. Em João Pessoa (PB), que fica a 160 quilômetros de Natal, o preço médio é de R$ 4,674 (em média, 12 centavos mais barato que Natal).

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.