BUSCAR
BUSCAR
Segurança Pública

Furtos de cabos causam transtornos em Natal; já são 587 casos só este ano

Secretaria de Segurança Pública do Estado (Sesed) já registrou 587 casos de furtos e roubos de fios elétricos em Natal
Daniel Guimarães
24/10/2023 | 03:28

Moradores de diversos bairros de Natal têm sentido cada vez mais os efeitos do furto de cabos e fios elétricos. A prática criminosa, aliás, já foi flagrada diversas vezes pela própria população. Os bandidos têm retirado os equipamentos à luz do dia, gerando prejuízo para comunidades que ficam sem energia.

Na maioria das vezes, os furtos são praticados por indivíduos dependentes de drogas. Após o roubo, esses materiais são repassados a receptadores, que geralmente os adquirem a preços baixos e os revendem com margem de lucro.

Postes de iluminação são principais alvos de furtos / Foto: Daniel Guimarães
Postes de iluminação são principais alvos de furtos / Foto: Daniel Guimarães

Além de responder pelo crime de receptação, os criminosos muitas vezes infringem as leis ambientais ao descartar os materiais em locais impróprios, além de cometerem sonegação fiscal ao reintroduzir os materiais no mercado consumidor.

Os furtos de cabos, que também afetam prédios públicos, causam prejuízos significativos para a população. De acordo com a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), esses furtos representam um problema de segurança pública e impactam negativamente os cidadãos.

“A primeira questão que deve ficar clara é que os furtos de cabos são uma questão de segurança pública. Infelizmente, a ação dos criminosos afeta a todos. Para evitar isso, é fundamental que as forças de segurança pública, como a Polícia Civil e Militar, monitorem esses casos”, ressaltou a Semsur.

Segundo a Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), de janeiro a setembro deste ano foram 587 furtos registrados em Natal. Mas, o número pode ser maior devido à subnotificação.

Os furtos de cabos não se limitam às áreas residenciais e têm impactado prédios públicos. Em setembro deste ano, o AGORA RN mostrou a situação no antigo prédio do Ministério da Fazenda, na Avenida Duque de Caxias, que está sendo considerado para sediar a Prefeitura de Natal. No local, há atos de vandalismo, incluindo o furto de fios.

A Polícia Civil informou que inquéritos foram abertos para investigar os furtos de cabos, e as investigações estão em andamento. A Semsur enfatizou que a responsabilidade pela reposição dos fios furtados recai, na maioria dos casos, sobre as empresas de telecomunicações, e que o maior prejudicado pelo problema de segurança é o cidadão.

“O município tem uma prestadora de serviços para a manutenção da iluminação pública, e a empresa é responsável pela reposição. No entanto, o cidadão é o mais afetado, uma vez que a empresa precisa alocar equipes para substituir as peças roubadas, em vez de lidar com problemas diários e demandas da população”.

A Semsur informou que tem dialogado com os órgãos de segurança pública e continua apoiando a Guarda Municipal. O secretário Irapoã Nóbrega tem se envolvido diretamente em casos e se reunido com delegacias para priorizar a atenção a essa questão.

Levantamento da Sesed sobre furtos de cabeamento elétrico no município de Natal em 2023
Levantamento da Sesed sobre furtos de cabeamento elétrico no município de Natal em 2023

 

Antigo prédio do Ministério da Fazenda teve cabeamento furtado Foto: Daniel Guimarães
Antigo prédio do Ministério da Fazenda teve cabeamento furtado / Foto: Daniel Guimarães

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Vídeo: Cachorro é entregue morto a tutor após falha de companhia aérea
A GOL Linhas Aéreas admitiu que o desvio da rota do cachorro Joca para Fortaleza foi o resultado de uma falha operacional
23/04/2024 às 16:14
UFRN prevê retomada de obras da antiga Faculdade de Direito ainda este semestre
Reforma e restauração do prédio da antiga Faculdade de Direito foi paralisada para cumprimento de novos projetos solicitados pelo Iphan
23/04/2024 às 13:20
Força Nacional reforçará segurança do concurso unificado em 9 cidades
Com 2,1 milhões de inscritos, certame selecionará 6,6 mil servidores
22/04/2024 às 21:34
Pedidos de isenção da taxa do Enem podem ser feitos até sexta-feira
Solicitações devem ser feitas pela Página do Participante
22/04/2024 às 17:40
Justiça Federal do RN debate demandas sobre cotas para pardos em concursos públicos
Debate vem do aumento da demanda, na Justiça Federal do RN, sobre os questões envolvendo a designação de "pardos" em concursos públicos.
22/04/2024 às 14:44
Bairro Nordeste recebe serviço gratuito de mamografia oferecido pela SMS Natal
De 22 a 26 de abril, os serviços de mamografia estão sendo ofertados na Unidade de Saúde Bairro Nordeste
22/04/2024 às 10:01
IBGE: 1% mais rico ganha 39,2 vezes mais do que 40% mais pobres
Os dados a respeito da renda da população residente no Brasil constam na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua do IBGE
19/04/2024 às 21:57
Pesquisa de residente do Huol-UFRN conquista 3º lugar no prêmio nacional União Química
O estudo na área da Anestesiologia trouxe evidências sobre a utilização eficaz da metadona no controle da dor em cirurgia bariátrica
19/04/2024 às 15:56
DPU cria grupo de assistência a indígenas, negros e quilombolas em processos judiciais
Medida cumpre a missão da defensoria de prestar atendimento jurídico integral e gratuito às populações vulneráveis
19/04/2024 às 14:14
Cerca de 3,4 milhões de motoristas que não fizeram exame toxicológico começam a ser notificados
O alerta chegará pela Carteira Digital de Trânsito (CDT). O último prazo para realização do teste é dia 30 de abril
17/04/2024 às 17:53
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.