BUSCAR
BUSCAR
Cadeira do Supremo
Flávio diz que rejeitou oferta de Bolsonaro para ser ministro do STF
Declaração se deu na sabatina de Flávio Dino e Paulo Gonet na CCJ do Senado
Redação
13/12/2023 | 19:21

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) afirmou nesta quarta-feira que seu pai, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), o sondou para ocupar a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) que acabou sendo preenchida pelo atual ministro da Corte, André Mendonça.

“O então presidente Jair Bolsonaro virou para mim e falou: ‘Flávio, o que você acha de você ser o indicado ao Supremo Tribunal Federal?’, já que se discutia que a indicação fosse de um evangélico. Eu falei que, apesar de ser advogado, o que eu sou é político e o que eu gosto de fazer é política”, declarou Flávio.

A revelação ocorreu durante a sabatina conjunta dos indicados do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao STF, Flávio Dino, e à Procuradoria-Geral da República (PGR), Paulo Gonet, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

Flávio enfatizou que a avaliação de Dino no Senado será baseada em seu histórico político, não apenas em seu conhecimento jurídico. “O senhor sabe que está sendo julgado pela sua trajetória política, e não pelo seu histórico no Poder Judiciário”, acrescentou o senador.

Dino e Gonet estão sendo sabatinados há mais de 8 horas na comissão, que nunca teve uma reunião conjunta para avaliar indicados ao STF e à PGR. Ambos necessitam de 14 votos favoráveis na comissão.

Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.