BUSCAR
BUSCAR
Negócios
Fla x Flu rendeu lucro de até R$ 2 milhões ao SBT
Em termos de ibope a emissora também não teve nada do que reclamar: chegou a 26,2 pontos no Rio, e obteve dois feitos raros: mais de 20 pontos de ibope e um empate técnico com a Globo (que obteve 26,1 pontos)
UOL
18/07/2020 | 15:11

Tudo bem, foi só um jogo de futebol, um fato pontual e raro para o SBT em meio à pandemia de coronavírus. Mas, o resultado pode ser considerado o melhor possível.

A final do campeonato e a vitória do Flamengo por 1 x 0 sobre Fluminense, na última quarta-feira (15), renderam excelente lucro para os cofres do SBT (e dos dois times também).

O SBT sozinho teria obtido lucro líquido entre R$ 1,5 milhão e R$ 2 milhões com a partida. Para um evento que dura pouco mais de duas horas ao vivo, não deixa de ser um resultado espantoso.

O contrato entre a emissora e os dois times é confidencial, portanto nenhuma das partes pode se manifestar. Apesar disso a coluna apurou que o acordo previa que a emissora de Silvio Santos não precisaria dividir nenhum de seus patrocínios com os times.

O acordo estipulava que cada uma das partes —SBT, Fla e Flu— corresse atrás de seus próprios patrocínios e ficasse com a integralidade deles. Os custos da transmissão, obviamente, ficaram para a TV, mas mesmo assim o SBT embolsou uma belíssima quantia para o momento atual.

Bom ibope

Em termos de ibope a emissora também não teve nada do que reclamar: chegou a 26,2 pontos no Rio, e obteve dois feitos raros: mais de 20 pontos de ibope e um empate técnico com a Globo (que obteve 26,1 pontos).

Cada ponto de ibope no Rio vale por cerca de 47,5 mil domicílios. O Rio é a segunda praça no ranking da publicidade nacional. Em São Paulo, que é a principal praça, a audiência foi 11 pontos, segundo a Kantar Ibope Media (cada ponto equivale a 72 mil domicílios na região).

A Globo obteve quase o triplo do ibope em São Paulo: 32 pontos. Mas, já era esperado que o jogo não tivesse tanta repercussão fora entre os paulistanos e paulistas. Agora o SBT estuda novas possibilidades de exibir jogos e campeonatos de outros Estados.

Mas, tudo vai depender de negociações pontuais com times e campeonatos que já não estão fechados com a Globo (os principais já fecharam). Ou seja, vai demorar ainda para que a Globo perca o “quase monopólio” que tem do futebol brasileiro há décadas.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.