BUSCAR
BUSCAR
Projeto
Fé para enfrentar a pandemia e esperança por dias melhores
Para levar força aos profissionais da linha de frente da Covid-19, um grupo de uma igreja de Natal escreveu um livro digital com mensagens para melhorar os dias difíceis
Nathallya Macedo
20/08/2020 | 17:11

A pandemia da Covid-19 pegou a humanidade de surpresa. Em pouco tempo, o coronavírus se espalhou, levando o medo do desconhecido a todos os países. Até agora, são mais de 20 milhões de casos da doença con­firmados, além de quase 800 mil mortes no mundo. A situação calamitosa ainda é uma realidade no Brasil, apesar das medidas de retomada econômica que estão sendo adotadas gradualmente e que levam a sensação de normalidade.

Neste contexto, a rotina dos profissionais de saúde foi transformada radicalmente. Aqueles que seguem na linha de frente no combate ao vírus depositam tempo e energia em longos plantões nos hospitais. Foi pensando especialmente nos heróis e heroínas da saúde que um grupo de uma igreja de Natal decidiu escrever um livro digital – um ebook – repleto de mensagens de esperança e alento aos que mais precisam de palavras de encorajamento.

Os idealizadores do projeto fazem parte da Igreja Batista Esperança, que ­ ca no bairro Cidade da Esperança, na Zona Oeste da capital potiguar. Há cerca de dois meses, o pastor Renildo Diniz convidou alguns membros para a colaboração. “Nosso livro devocional é uma reflexão da vida de cada um dos participantes, trazendo os impactos da Covid nas nossas rotinas. Além disso, pedi que escrevessem sobre como a fé ajudou a enfrentar o medo. Conhecer os relatos de outros é importante para não se sentir sozinho durante uma tempestade”, contou ao Agora RN.  

Além do pastor Diniz, nove jovens que frequentam a igreja aceitaram o desa­ o de colocar em palavras sentimentos árduos, mas com uma linguagem con­fiante e positiva. Para o jornalista Rafael Araújo, de 24 anos, o processo de escrita foi um exercício nítido de fé. “Consigo apenas imaginar como o dia a dia dos trabalhadores da saúde está sendo exaustivo. Se hoje os casos de coronavírus estão apresentando redução em todo o estado, parte da responsabilidade vem dos nossos médicos, enfermeiros e demais pro­ ssionais. Eles não pararam e, mesmo abalados psicologicamente, ainda cumprem a missão de salvar vidas”, relatou.

Rachel Souza, de 24 anos, escreveu o próprio texto pensando no poder do discurso otimista. “Me permiti estar sensível, ouvir a Deus e expressar tudo que passou pelo meu coração. Acho que consegui retratar um pouco sobre a maneira que encontrei de me sustentar nesse tempo de incertezas. Espero que haja uma identi­ficação”.

O livro ­ ficou pronto no início desta semana. É possível receber uma cópia do arquivo através do WhatsApp da igreja. “Depois de cinco meses com as portas fechadas, voltamos aos encontros presenciais. Estamos seguindo todos os protocolos de segurança e nosso foco agora é clamar por um futuro livre da doença. Com fé, sairemos dessa situação delicada alimentados pela força e resiliência”, a­firmou Rafael.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.