BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Fazer política com a Covid-19 é erro gravíssimo, adverte George Soares
Líder da base governista na Assembleia Legislativa estadual, George Soares (PL) fala dos desafios para a votação da reforma da previdência e da politização sobre a crise da Covid-19
Redação
05/07/2020 | 23:57

Deputado George Soares (PL) defende união entre Governo do Estado e a oposição para esforço conjunto contra o coronavírus. Em entrevista ao Agora RN, ele fala sobre o trâmite de projetos importantes para o governo estadual, como a reforma da previdência.

Agora RN – A Assembleia Legislativa retomou nesta semana a discussão em torno da Reforma da Previdência. Parte da oposição protestou e defendeu que a proposta só veja votada em plenário quando as sessões presenciais voltarem. Vai ser possível esperar?

George Soares – A proposta foi retomada em virtude da obrigação legal, por meio da lei aprovada no Congresso Federal, que estabelece a data limite de apreciar a PEC da Previdência nos Estados, Distrito Federal e Municípios até o dia 31 de julho deste ano. Se esse prazo mudar, mudaremos também esse entendimento.

Agora RN – Ao enviar a proposta de reforma, o governo estimou uma economia de R$ 40 milhões por mês. Com as mudanças feitas pela comissão especial, essa estimativa de economia sofreu alterações?

GS – As emendas propostas pelos Deputados estadais, dois da situação e dois da oposição, e aprovadas pelo relator, o Deputado Raimundo Fernandes, vem para melhorar o projeto. E são muito bem-vindas.

Agora RN – Como o senhor avalia a gestão do Governo do Estado na crise do coronavírus?

GS – A crise provocada pelo coronavírus é incalculável e sem precedentes. Portanto, um fato dessa magnitude tem opiniões e efeitos para todo lado. Mas o Governo do Estado e todos os governantes do mundo, não tenho dúvida, estão dando o seu máximo para controlar a pandemia.

Agora RN – Críticos acusam a governadora Fátima Bezerra de “omissão” no enfrentamento da Covid-19. O senhor acha que o isolamento adotado por ela foi o que provocou essa sensação?

GS – Não. Essa é uma doença sem vacina e sem cura, que é transmitida pelo contato. Não tem outra medida a ser tomada a não ser o isolamento social. Ou tem? Como disse anteriormente, não se deve politizar um fato dessa grandeza. O mais correto seria todos se unirem, a situação e a oposição, em prol da população e tentar salvar as vidas das pessoas. Fazer política com uma crise de saúde mundial é um erro gravíssimo e o povo saberá separar isso nas urnas.

Agora RN – O senhor acredita que é o momento de liberar a retomada das atividades econômicas?

GS – Acho que sim. Depois de semanas e semanas com o isolamento social que foi decretado e o convívio com a doença, e com a mídia dando uma grande contribuição na informação de como lidar com a Covid-19, acho que já é possível voltarem algumas atividades econômicas de forma gradativa.

Agora RN – O RN fechou quase 17 mil vagas de emprego com carteira assinada de janeiro a maio, segundo o Caged. Além disso, o setor produtivo acumula perdas milionárias, que refletem na baixa na arrecadação do Estado. O senhor tem visto no governo algum projeto para recuperar a economia no pós-pandemia?

GS – O Rio Grande do Norte terá uma condição limitada de aportar investimos na economia, até porque o Estado já estava nessa situação antes da pandemia. Vivemos em uma situação financeira crítica. Esse aporte terá que vir do Governo Federal e dos Bancos Públicos e Privados. Terão que colocar recursos nas mãos dos empresários, cobrando juros baixos, e fazer girar a economia. Vontade de trabalhar, o brasileiro e nosso povo potiguar tem de sobra.

Agora RN – Como o senhor avalia a polêmica em torno da compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste?

GS – Lamento tudo isso que vem ocorrendo, mas não tenho dúvidas da idoneidade do Governo do Estado nesse caso. Meu desejo é que os malfeitores devolvam os recursos do nosso estado e paguem pelos seus crimes.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.