BUSCAR
BUSCAR
Pandemia
Fátima cobra definição de data para início do Plano Nacional de Imunização
Presidente da República Jair Bolsonaro anunciou que vai liberar ainda esta semana, através de Medida Provisória, R$ 20 bilhões para a distribuição e conservação das vacinas
Redação
16/12/2020 | 13:20

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, considerou muito importante o fato de o Governo Federal ter assumido a coordenação do Plano Nacional de Operacionalização da Vacina Contra o Covid-19. As atividades foram divulgadas nesta quarta-feira 16, em Brasília, em solenidade oficial. No entanto, Fátima cobra do Ministério da Saúde publicação de um calendário de vacinação, que segue indefinido até agora.

“Neste momento, quando temos crescimento da pandemia em todo o país, se faz necessário celeridade na execução do Plano Nacional de Imunização. Toda a luta que vínhamos fazendo para que o Governo Federal assumisse a coordenação plena do Plano teve eco e hoje o Planalto assume formalmente perante o país que vai coordenar a imunização, em parceria com estados e municípios”.

Fátima Bezerra também considerou positivo o fato da administração federal anunciar que vai adquirir todas as vacinas que tenham o respaldo técnico e científico da Anvisa e a edição de uma Medida Provisória para garantir recursos à logística de distribuição e armazenamento das vacinas.

A governadora, entretanto, registrou a ausência de um calendário com o cronograma para a vacinação. “Faltou algo muito importante, o calendário, as datas. Repito, precisamos ter celeridade para o início do processo de vacinação no Brasil”, cobrou para registrar em seguida que o estado do Rio Grande do Norte “está fazendo sua parte. Já temos o Plano Estadual de Vacinação, vamos instalar centrais de distribuição em todas as regionais de saúde. Para isso, já adquirimos câmaras frias, equipamentos de proteção individual e estamos capacitando os vacinadores. Mas, a vacina precisa chegar, por isso é fundamental o calendário. Temos uma administração comprometida e prestar a melhor assistência e salvar vidas”, declarou a Fátima Bezerra.

O ministro da saúde, Eduardo Pazuello disse que as vacinas adquiridas serão repassadas aos estados que irão distribuir aos municípios. Os municípios serão os responsáveis pela aplicação. Pazuello informou que o Governo Federal vai comprar vacinas aos laboratórios produtores que forem aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Além das vacinas, também estão sendo adquiridos agulhas, seringas e equipamentos de refrigeração para conservação das vacinas.

O ministro afirmou que a partir de amanhã, quinta-feira (17), o Ministério da Defesa, através dos Comandos Regionais das Forças Armadas, iniciará os contatos com os estados para a execução do Plano. Segundo Pazuello o Governo Federal negociou a aquisição de 300 milhões de doses da vacina. “Estamos no caminho certo para estabilizar o país com a vacina”, explicou.

O presidente da República Jair Bolsonaro anunciou que vai liberar ainda esta semana, através de Medida Provisória, R$ 20 bilhões para a distribuição e conservação das vacinas. “Vivemos momentos difíceis, mas estamos somando esforços com os 27 governadores para a volta à normalidade. Digo aos brasileiros que todos têm responsabilidade. A Anvisa é referência e deve apontar as vacinas com segurança e eficácia para o Brasil. Peço a Deus que estejamos certos, a solução está por vir”, finalizou.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.