BUSCAR
BUSCAR
Novidade
Facebook deve forçar usuários do chat no site móvel a instalar o Messenger
Pessoas que estão recebendo o aviso ainda têm a opção de ignorá-lo clicando no “X” no canto da tela
Redação - Olhar Digital
05/06/2016 | 19:32

Há algum tempo, o Facebook decidiu que só iria usar o seu serviço de mensagens no celular quem tivesse instalado o Facebook Messenger, um aplicativo separado da rede social. Agora, a empresa parece ter um novo plano para forçar ainda mais pessoas a instalar o Messenger.

Na ocasião, havia alguns truques para escapar da necessidade de recorrer ao Messenger para falar com os amigos. A mais simples era usar o site mobile do Facebook, que oferecia o chat sem precisar instalar nada. No entanto, a empresa começou a ficar mais agressiva com este público, alertando que suas conversas “em breve serão movidas para o Messenger”.

As pessoas que estão recebendo o aviso ainda têm a opção de ignorá-lo clicando no “X” no canto da tela. No entanto, não se sabe por mais quanto tempo isso será possível, já que o alerta não dá uma data precisa.

Não se sabe se o possível plano de matar o chat no site mobile também se aplica ao Facebook Lite, o aplicativo mais básico da rede social, dedicada a quem tem celulares muito básicos e que ainda mantém o serviço de conversas ativo. Pode ser um tiro no pé forçar os usuários deste app, que geralmente tem smartphones com desempenho ruim, a instalar o Messenger, que é muito mais pesado, e consome um alto volume dados e bateria.

Em geral, esta é a principal reclamação de quem se recusa a migrar para o Messenger: a instalação do segundo aplicativo costuma ter um resultado negativo no desempenho do smartphone, fora o fato de ocupar um espaço a mais no armazenamento do aparelho.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.