BUSCAR
BUSCAR
Investigação
VÍDEO: Facção criminosa “decretou” morte de sargento da Marinha em Natal, diz delegado
Sargento da Marinha foi vítima de latrocínio e julgado pelo "Tribunal do Crime"
Redação
07/11/2023 | 13:50

O delegado Cláudio Henrique, da Delegacia de Desaparecidos, comentou sobre o Caso Gildo, onde um sargento da Marinha de 58 anos estava desaparecido e foi encontrado morto a tiros. De acordo com declaração dada nesta terça-feira 07, por meio de coletiva de imprensa, o crime aconteceu após uma facção criminosa determinar a morte do militar. Ele foi julgado em uma espécie de “Tribunal do Crime” e vítima de latrocínio.

“Nós encontramos (o corpo do militar) próximo à um condomínio no Leningrado. As investigações foram caminhando e nós conseguimos comprovar que essa morte se deu por determinação da facção criminosa, porque o sargento Gildo teria violado algumas normas de condutas que as lideranças da facção determinam para que se exerça alí naquela comunidade”, disse.

Ainda conforme Cláudio, os criminosos aproveitaram a oportunidade em que encontraram Gildo para tomar seu carro, arma e demais objetos. Dois integrantes da facção, apontados como “disciplinas”, ou seja, quem impõe as regras na comunidade, foram identificados. Um foi preso e o outro segue foragido.


A prisão

Polícia Civil do Rio Grande do Norte, através da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), deflagrou nas primeiras horas desta terça-feira 07 a “Operação Lost”, no bairro Guarapes, Zona Oeste de Natal. A ação policial tem como intuito o cumprimento de mandados judiciais contra integrantes de uma facção criminosa pelo assassinato de um militar da reserva da marinha, que desapareceu no dia 24 de abril de 2023.

A vítima foi o sargento Gildo Machado de Freitas, de 58 anos. Um homem, de 34 anos, apontado como mentor intelectual e executor foi preso nesta terça-feira.

Em diligências, a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) realizou buscas durante meses. No dia 19 de julho, uma ossada enterrada em um buraco de aproximadamente um metro, coberto por galhos de árvores foi encontrada. O Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) confirmou a identidade do militar.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Guarda municipal é acusado de tentar matar colega dentro da viatura
Polícia Civil conclui inquérito sobre incidente em Macau e indica autor para responder por crime; laudo sobre saúde mental é solicitado
13/04/2024 às 17:40
Prefeitura de Parnamirim publica edital de novo concurso para Guarda Municipal
Inscrições abrem nesta sexta-feira 12 e seguirão até o dia 2 de maio
12/04/2024 às 08:04
Homens mantidos em cárcere privado e tortura são resgatados em Natal
Quatro homens estavam sendo mantidos em cárcere privado na comunidade Maruim, Zona Leste de Natal
10/04/2024 às 15:41
Patrulha Maria da Penha registra resultados satisfatórios no programa em Natal
Na melhoria da estrutura do Programa, mais duas viaturas foram adquiridas este ano para reforçar as ações que atendem atualmente a 304 mulheres
09/04/2024 às 08:01
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.