BUSCAR
BUSCAR
Declaração
Fábio Faria diz ser um “erro” CPI da Covid mirar na Jovem Pan
Relator da comissão pede quebra do sigilo bancário do grupo, por ser “disseminador de fake news”
Poder360
01/08/2021 | 17:00

O ministro Fábio Faria (Comunicação) disse no sábado 31 ser um erro a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid mirar em veículos de imprensa, como a Jovem Pan. Segundo ele, a rádio “desempenha um papel essencial para o país”.

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da comissão, apresentou requerimento na 6ª feira (30.jul.2021) para pedir a quebra do sigilo bancário do grupo Jovem Pan, por ser “grande disseminador de fake news” sobre a pandemia de covid-19.

“É um erro mirar veículos de imprensa, como a Jovem Pan, que desempenha um papel essencial para o país. Precisamos de diversidade de ideologias e posições políticas, sem cerceamento, para garantir a liberdade de expressão e uma sociedade democrática”, escreveu o ministro em seu perfil no Twitter.

Além da Jovem Pan, a CPI solicitou a quebra de sigilo de sites e blogueiros bolsonaristas. Entre eles, Allan dos Santos, do site Terça Livre, que é investigado no STF (Supremo Tribunal Federal) no inquérito das fake news. Também querem solicitar informações para saber os donos do site República de Curitiba.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.