BUSCAR
BUSCAR
Justiça
Ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy é indiciado por associação criminosa
Essa não é a primeira investigação contra Sarkozy. O ex-líder francês foi indiciado em março de 2018 por "corrupção passiva", "ocultação de desvio de fundos públicos" e "financiamento ilegal de campanha" e colocado sob supervisão judicial
Estadão
16/10/2020 | 09:45

O ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy, foi indiciado nesta sexta-feira, 16, por suspeita de associação criminosa. Sarkozy é acusado pela justiça francesa de ter recebido financiamento do governo líbio – à época, dirigido pelo ditador Muammar Kadafi – em sua campanha de 2007.

De acordo com o jornal francês Le Figaro, o ex-presidente foi ouvido nas últimas semanas por juízes responsáveis ​​pelo caso.

Essa não é a primeira investigação contra Sarkozy. O ex-líder francês foi indiciado em março de 2018 por “corrupção passiva”, “ocultação de desvio de fundos públicos” e “financiamento ilegal de campanha” e colocado sob supervisão judicial. Em janeiro, uma denúncia complementar abriu caminho para o agravamento do caso.

Durante a sua última audiência, em junho de 2019, Nicolas Sarkozy se declarou “totalmente inocente neste caso”, denunciado uma “conspiração”./

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.